Polícia libera todos os detidos em protesto contra a Copa em São Paulo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Policiais levaram 128 manifestantes que estariam envolvidos em depredação após protesto

Os 128 manifestantes detidos durante o protesto contra a Copa do Mundo ocorrido ontem (25), em São Paulo, foram liberados neste domingo (26), segundo informações do 78º DP. Nenhum manifestante foi indiciado.

Conheça a home do Último Segundo

Veja como foi a manifestação contra a Copa do Mundo em São Paulo

Ônibus é depredada na rua Augusta. Foto: Vitor SoranoConcessionária de carros teve vidros quebrados por manifestantes. Foto: Vitor SoranoManifestantes em frente à Prefeitura de São Paulo. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa no Brasil. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa do Mundo no Brasil. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor SoranoManifestação contra Copa toma Avenida Paulista. Foto: Vitor Sorano


Após três horas de caminhada pacífica, a manifestação contra a Copa teve ônibus depredado, vidraças de bancos e portarias de prédios quebradas e vitrine de concessionária estilhaçada. Na rua Augusta, a Tropa de Choque usou bombas de efeito moral e balas de borracha contra o protesto.

Na correria, alguns manifestantes tentaram entrar no hotel Linson, onde acabaram sendo detidos.  

Manifestação

O protesto, que reuniu cerca de 1500, pessoas começou às 17h deste sábado (25). Os manifestantes saíram do vão do Masp e tomaram a avenida Paulista em protesto contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. O ato foi encabeçado pelo movimento Black Bloc.

Pelo Twitter, o governador Geraldo Alckmin criticou os manifestantes: "Digo com alegria que esses vândalos não mancharam um dia que foi inteiro de festa para esta cidade corajosa e orgulhosa de seus valores. Como a imensa maioria dos brasileiros de São Paulo, condeno com energia os atos de violência e vandalismo registrados nesta noite."


Leia tudo sobre: igspmanifestaçãoprotestoscopanão vai ter copablack bloc

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas