Dez jovens foram os únicos a seguir para o evento no Center Norte. Valor da punição não foi divulgado

Agência Brasil

Seguranças do Shopping Center Norte de São Paulo abordaram neste sábado (19) dez jovens que pretendiam fazer um “rolezinho” no centro comercial e os comunicaram, ainda no estacionamento, que poderiam ser multados, caso causassem problemas ou fizessem algazarra. Os adolescentes desistiram de entrar no shopping. Eles foram os únicos que compareceram para um programado rolezinho no local.

Conheça a home do Último Segundo

Shopping do Rio fecha para evitar rolezinho

Rolezinho leva jovens ao parque Ibirapuera

De acordo com a assessoria de imprensa do Center Norte, o estabelecimento obteve na Justiça uma liminar que permite a abordagem de participantes dos “rolezinhos” e o aviso sobre a multa – que não teve o valor divulgado.

Rolezinho de protesto se espalha, mas não atrai movimento original

Segundo o shopping, quando um rolezinho é marcado para ocorrer no estabelecimento, oficiais de Justiça vão ao local e, com auxílio de informações do setor de inteligência da polícia, identificam organizadores e demais participantes. Eles indicam as pessoas para os seguranças fazerem a abordagem.

Pelo mundo:

Polícia deve proteger rolezinho', diz americano que estudou flashmob

Rolezinhos são realidade há anos em shoppings dos EUA

Veja cenas de corre-corre no Shopping Itaquera, na zona leste de SP:

O Center Norte ressalta que os jovens não seriam impedidos de entrar. No local, segundo a assessoria, é recorrente o encontro de dezenas de jovens que utilizam o estacionamento do estabelecimento para se divertir.

Mais:

Shoppings precisam entender 'pureza' dos rolezinhos, diz Netinho de Paula

"É crueldade de classe tratar rolezinho como arrastão", diz sociólogo

"Tem gente infiltrada nesses rolezinhos", diz presidente da Alshop

O shopping informou que buscou a Justiça para se prevenir. De acordo com a assessoria de imprensa, para o estabelecimento os “rolezinhos” são um movimento ainda desconhecido, e “a mídia tem mostrado que pode haver grupos infiltrados, roubos e demais irregularidades”. A polícia informou que não foi acionada ontem para nenhuma ocorrência relacionada a “rolezinhos”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.