Rolezinho em São Paulo é fenômeno cultural, diz secretário

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Em nota, Grella Vieira diz que Polícia Militar deve agir nos encontros apenas se houver "quebra da ordem"

Agência Estado

O secretário estadual da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, participou de encontro com a Polícia Militar para discutir a estratégia em relação aos "rolezinhos". Ficou definido que a PM só agirá se houver tumulto.

Conheça a home do Último Segundo

“É crueldade de classe tratar rolezinho como arrastão”

"Tem gente infiltrada nesses rolezinhos"

"Uma coisa precisa ficar muito clara: a segurança dos shoppings é privada. A PM somente deve agir se houver quebra da ordem", afirmou Grella, em nota enviada pela secretaria. Ele disse ainda que os encontros de jovens são um "fenômeno cultural" e que "evidenciam a necessidade de o poder público investir em opções de lazer para os jovens".

Pelo mundo: Rolezinhos são realidade há anos em shoppings dos EUA

Música: A trilha sonora do "rolezinho"

Comportamento: Rolezinho no shopping "é para pegar mulher”

Na nota, ele elogiou ações da Prefeitura focadas no lazer de jovens da periferia, como iluminação noturna de clubes municipais e a realização de atividades culturais nos Centros Educacionais Unificados (CEUs). 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas