Polícia resgata 30 animais após denúncia de maus tratos em pet shop de Sorocaba

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cães, gatos, aves e roedores eram mantidos em gaiolas sujas e sem ventilação, água e comida adequada

Trinta animais que permaneciam em exposição no Pet Shop Central do Filhote, instalado no interior de um hipermercado no Jardim Santa Rosália, em Sorocaba, interior de São Paulo, foram apreendidos nesta sexta-feira (10) pela Polícia Militar Ambiental.

Conheça a nova home do Último Segundo

Os oficiais foram acionados após uma denúncia anônima de maus-tratos. No local, cães, gatos, aves e roedores foram flagrados sem ventilação, água, comida adequada e com as gaiolas sujas. 

Fernando Rezende/Futura Press
Cerca de 30 animais que permaneciam em exposição no Pet Shop Central do Filhote foram apreendidos

O estabelecimento sofria uma ação de despejo por falta de pagamento. O denunciante relatou que os bichos aparentavam passar fome. A loja estava fechada havia uma semana.

Um oficial de justiça também compareceu no local com um mandado de despejo. Como nenhum responsável pelo estabelecimento foi encontrado, a porta foi aberta por um chaveiro.

A comissão de defesa dos direitos dos animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acompanhou a retirada dos animais. Um veterinário que atende a comissão atestou que os bichos estavam sem água e comida, e que faltava ventilação, sujeitando os animais a um estresse térmico.

Os animais foram levados para uma clínica, onde passariam por exames. A OAB e organizações de defesa dos animais vão pedir à justiça a nomeação de um depositário que tenha condições de cuidar dos animais. O dono do pet shop não foi localizado. Familiares informaram que ele tomará providências judiciais, mas não falará sobre o caso.

*Com Agência Estado


Leia tudo sobre: cãesgatospet shopsorocabapolicia militar ambientalapreensãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas