Novo serviço de inspeção veicular em São Paulo pode começar em maio

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Só 40% da frota que passou pela inspeção em 2013 será obrigada a ser vistoriada no novo modelo de inspeção

Agência Estado

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse nesta quarta-feira (8) que abriu consulta pública para o novo serviço de inspeção veicular ambiental na capital paulista. O edital sai ainda em janeiro. A intenção da Prefeitura é que o modelo atual, operado pela concessionária Controlar, deixe de funcionar. Com isso, o calendário da fiscalização não deve começar em fevereiro, como nos últimos anos. A empresa que vencer a licitação terá 90 dias para se estruturar, o que pode fazer com que o serviço comece em maio. Só 40% da frota que passou pela inspeção em 2013 será obrigada a ser vistoriada no novo modelo de inspeção.

Conheça a home do Último Segundo

Empresa que faz inspeção veicular em SP coloca funcionários em aviso prévio

Marcos Bezerra/Futura Pres
Posto da Controlar na zona oeste de São Paulo

A Controlar, no entanto, recorre na Justiça para manter vigente o contrato atual, mas anunciou que os 800 funcionários entrarão em aviso prévio a partir desta quinta-feira, 9. De acordo com a empresa, o contrato tem validade até 2018. Mas, para a gestão Haddad, o modelo em funcionamento inspeciona muitos carros que não deveriam passar pelo teste, uma vez que são novos e, portanto, emitem poluentes nos limites estabelecidos pela legislação federal.

Segundo o prefeito de São Paulo, a Prefeitura da capital respeitará a decisão que a Justiça tomar sobre o assunto. "Estamos subordinados a qualquer decisão judicial, mas nós queríamos romper há muito tempo esse contrato. Ele já foi condenado, inclusive, em segunda instância, já tem pendências judiciais suficientes."

Leia tudo sobre: GERALControlarigspinspeção veicular

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas