Um deles era detento e pertencia ao Primeiro Comando da Capital. Outro teria ajudado na fuga dos presos

Agência Estado

Dois homens morreram baleados por policiais militares na noite desta quarta-feira (18), durante uma fuga de presos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Os dois estavam em companhia de quatro detentos que haviam fugido por um buraco no alambrado na parte de trás do presídio. O grupo foi surpreendido por PMs que reforçavam a segurança na frente do CPP por causa da saída temporária de 1.480 para o Natal.

Conheça a nova home do Último Segundo

Avisados, os policiais, que receberam reforço de 12 viaturas e do helicóptero Águia, perseguiram o grupo até uma mata, quando, de acordo com o comando da corporação, houve troca de tiros e dois suspeitos morreram. Um deles, identificado como Jonatas Rogério dos Santos, de 21 anos, era detento do CPP e, segundo a PM, pertencia ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

O outro, que ainda não foi identificado, seria um dos dois comparsas que ajudaram os presos na fuga pelo lado de fora do presídio. A polícia procura pelos quatro foragidos. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) do Estado e a Polícia Militar (PM) anunciaram abertura de investigação para apurar as circunstâncias das mortes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.