Anulado julgamento de PMs acusados de execução em São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Novo júri deve ocorrer somente em agosto do ano que vem. Quatro réus vão aguardar presos.

Agência Estado

A pedido da defesa, o juiz Fernando Oliveira Camargo anulou na segunda-feira (16) o julgamento dos quatro policiais militares acusados de participar no dia 10 de novembro do ano passado da execução de Paulo Batista Nascimento, no Campo Limpo, zona sul de São Paulo.

Conheça a nova home do Último Segundo

PM determina prisão de policiais suspeitos de executar servente

As imagens do crime foram gravadas e mostradas no Fantástico. Menos de um mês depois, sete pessoas foram assassinadas em chacina na mesma rua. Um novo júri, segundo acusação e defesa, deve ocorrer somente em agosto do ano que vem. Os réus vão aguardar presos no Romão Gomes.

Antes da anulação, quatro testemunhas chegaram a serem ouvidas na segunda-feira, duas delas estavam protegidas e o plenário precisou ser esvaziado. 

Leia tudo sobre: igspviolênciasegurançajustiça

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas