Correção: Caminhão atropela grávida na Marginal Pinheiros

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Diferentemente do que foi publicado nesta manhã, a grávida acidentada na Marginal Pinheiros não morreu e está em estado grave

Agência Estado

Um caminhão atropelou uma mulher grávida nesta sexta-feira (13), na Marginal Pinheiros, próximo à Ponte do Socorro, em São Paulo. A colisão, que ocorreu por volta da 7h40, interditou uma faixa da via no sentido Interlagos até as 9h desta manhã. Mais cedo, o iG noticiou a informação da Agência Estado de que ela havia morrido após o acidente. Mas segundo o Hospital das Clínicas, a grávida está internada em estado grave. A nota já foi corrigida.

Às 9h05, o trecho apresentava 5,6 quilômetros de lentidão entre a rodovia Castelo Branco e a ponte da Cidade Universitária. Quem seguia no sentido contrário, enfrentava um congestionamento menor, de 2,8 quilômetros da ponte Eusébio Matoso até a ponte do Jaguaré

No total, a Companhia de Engenharia e Tráfego registrava 116 quilômetros de lentidão, número considerado acima da média para o horário. A via mais movimentada era o sentido Castelo Branco da Marginal do Tietê, com 10,3 quilômetros de congestionamento entre o Viaduto Aricanduva até a Ponte da Casa Verde.

Motoristas que tentavam chegar a São Paulo pela rodovia dos Bandeirantes enfrentavam 11 quilômetros de lentidão devido a obras no Rodoanel. Quem tentou a rodovia Anhanguera como alternativa também teve que reduzir a velocidade, do quilômetro 16 ao 11, por causa do reflexo causado pelo trânsito das marginais.

Leia tudo sobre: marginal pinheirossão pauloigspcet

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas