De acordo com informações da Polícia Militar, dois oficiais estão em estado grave e foram para o Hospital das Clínicas

Bombeiros tiveram que ser resgatados pelo SAMU
Futura Press
Bombeiros tiveram que ser resgatados pelo SAMU

Nove pessoas ficaram feridos durante o combate às chamas que atingiram na tarde desta sexta-feira (29) o Memorial da América Latina, no bairro da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. O fogo já foi controlado, mas ainda há focos. O Corpo de Bombeiros explicou que o incêndio foi do tipo "flashover", que ocorre quando oxigênio vindo de fora do local provoca o aumento das chamas

Durante o combate às chamas, no entanto, nove pessoas ficaram feridas, sendo oito bombeiros e um brigadista civil. De acordo com informações da PM, dois deles estão em estado grave, mas não correm risco de morte. Eles foram atendidos pela ambulância de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levados ao Hospital das Clínicas.

Conheça a nova home do Último Segundo

Veja mais fotoso do incêndio no Memorial da América Latina

Incêndio atinge Memorial da América Latina em São Paulo

Ao todo, 39 viaturas do Corpo de Bombeiros trabalham para apagar o incêndio, que começou por volta das 14h56 na plateia B do auditório Símon Bolívar. Alguns funcionários estavam no local quando as chamas começaram, mas todos teriam conseguido sair. Há suspeitas de que um curto-circuito pode ter começado o fogo. A principal preocupação dos funcionários era com o acervo de obras de arte da instituição.

Auditório que pegou fogo no Memorial tem tapeçaria de Tomie Ohtake

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Memorial da América Latina foi inaugurado em 18 de março de 1989 e nasceu com o objetivo de estreitar as relações culturais, políticas, econômicas e sociais do Brasil com os demais países da América Latina. Por isso, desde então, o memorial difunde a história dos povos latino-americanos às novas gerações de estudantes, além de incentivar e coordenar iniciativas de instituições científicas, artísticas e educacionais do Brasil e de outros países ibero-americanos.

*Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.