Veja o que abre e fecha no feriado do Dia da Consciência Negra em São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Alguns estabelecimentos têm mudança no horário de funcionamento no feriado de 20 de novembro

Os serviços públicos municipais terão esquemas especiais de atendimento à população nesta quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra. Confira o que irá funcionar nesses dias:

Conheça a nova home do Último Segundo

Abastecimento
No feriado, os mercados municipais vão atender nos seguintes horários: Kinjo Yamato, das 3h às 13h; Paulistano, das 6h às 18h; Central da Leste, das 7h às 13h; Pirituba, das 7h às 14h; Pinheiros, Sapopemba, Tucuruvi, Vila Formosa, Teotônio Vilela, Ipiranga e Penha, das 8h às 13h; Santo Amaro, das 8h às 16h; e Guaianases, das 8h30 às 13h. Os mercados da Lapa e de São Miguel não abrirão.

Os sacolões funcionarão nos seguintes horários: Santo Amaro, das 7h às 12h; Brigadeiro, Butantã, Jaguaré, Jaraguá e João Moura, das 7h às 13h; Bela Vista, City Jaraguá, Piraporinha e Rio Pequeno, das 7h às 14h; Avanhandava, das 7h às 14h30; Freguesia do Ó e Estrada do Sabão, das 7h às 15h; COHAB Adventista, das 7h às 17h; e Cidade Tiradentes, das 8h às 14h. O sacolão de São Miguel não atenderá.

As feiras livres atenderão nos locais e horários habituais.

Mais: Veja o que abre e fecha no feriado do Dia da Consciência Negra no Rio

Assistência Social
Os serviços de emergência e acolhida são fornecidos 24 horas, ininterruptamente: Serviços de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Abrigos), Centros de Acolhida (antigos albergues), Central de Atendimento Permanente e de Emergência (CAPE) através do número 156.

A Loja Social, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a Supervisão de Assistência Social (SAS) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) não funcionarão.

Cultura

As bibliotecas Monteiro Lobato, Álvares de Azevedo, Cora Coralina, Pe. José de Anchieta, Raul Bopp, Viriato Correa e Paulo Setúbal abrirão no horário habitual.

Também vão abrir no feriado, das 9h às 17 horas: Beco do Pinto, Capela do Morumbi, Casa da Imagem, Casa do Grito, Casa Modernista, Casa do Sertanista, Casa do Tatuapé, Monumento à Independência, Sítio da Ressaca, Sítio Morrinhos, Solar da Marquesa de Santos, Ônibus Bibliotecas e Pavilhão das Culturas Brasileiras.

O Centro Cultural São Paulo e o Centro Cultural da Penha funcionarão das 10h às 18h, assim como Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso.

Todos os teatros municipais funcionarão com a programação já anunciada.

Já o Arquivo Histórico, Biblioteca Mário de Andrade, Bibliotecas de Bairro, Escola Municipal de Bailado, Escola Municipal de Iniciação Artística, Escola Municipal de Música, Hemeroteca, Ponto de Leitura Piqueri, Teatro Artur Azevedo e Teatro Paulo Eiró não abrirão.

Educação
Os Centros Educacionais Unificados (CEUs) só abrirão para atividades esportivas e de lazer, nos horários habituais. As aulas serão retomadas na quinta-feira (21).

Esportes
Os 45 Centros Esportivos Municipais e os Clubes da Comunidade vão abrir apenas para as atividades de esportes e lazer, nos horários habituais.

Saúde
Os hospitais e prontos-socorros funcionarão o dia todo, ininterruptamente. As 99 AMAs tradicionais abrem de segunda-feira a sábado, inclusive no feriado, das 7h às 19h, bem como as 20 AMAs que funcionam 24 horas.

Já as 19 AMAs Especialidades e as UBS Integrais fecham das 7h às 19h, e abrem na quinta (21). As Unidades Básicas de Saúde (UBS) e os Ambulatórios de Especialidades (AE) fecham apenas no dia 20, voltando a funcionar na quinta-feira (21).

Subprefeituras
No feriado, as Praças de Atendimento não funcionarão, voltando às atividades normais no dia seguinte.

Trabalho
Não haverá atendimento das unidades do Centro de Apoio ao Trabalho, que voltarão a funcionar na quinta-feira.

Verde e Meio Ambiente
Os Parques Municipais abrirão nos horários habituais.

Leia tudo sobre: feriadoabre e fechaconsciência negraigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas