Edifício comercial também tinha documentação irregular, segundo Corpo de Bombeiros. Incêndio deixou feridos

A academia de ginástica Smart Fit atingida por um incêndio de grandes proporções na madrugada desta sexta-feira (8), na República, região central de São Paulo, estava com o Alvará de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) vencido e sem o alvará de funcionamento que é concedido pela prefeitura.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a academia, onde o fogo começou, pediu a renovação do documento em julho, mas não teve o requerimento atendido. O edifício comercial, também com o documento irregular, não havia sequer pedido a renovação. As datas de vencimento não foram informadas.

Conheça a nova home do Último Segundo

Vejo ao Vivo: Acompanhe câmeras ao vivo na região da Av. Ipiranga

O incêndio começou por volta da 1 hora e mobilizou cerca de 50 viaturas dos bombeiros. Um total de 250 portas foi arrombado na operação e o fogo só foi controlado nesta manhã. Dezenas de moradores foram atendidos no local, após inalar a fumaça tóxica.

Segundo o Corpo de Bombeiros, cerca de 100 pessoas precisaram de atendimento no local por causa da intoxicação e 30 delas foram encaminhadas para os hospitais das Clínicas, Servidor Público Municipal e Santa Casa de Misericórdia.

Leia também:  Incêndio de grandes proporções atinge prédio na avenida Ipiranga, centro de SP

Os casos mais graves são o de um homem de 70 anos que foi encaminhado para a Santa Casa e uma criança que está no Hospital das Clínicas (HC). A assessoria de imprensa da Santa Casa informou que o idoso teve queimaduras em 15% da face, além das mãos, e está entubado para preservação das vias aéreas. Além dele, outros sete moradores foram encaminhados para o local: três tiveram alta e quatro estão em observação.

A criança encaminhada ao HC está na UTI e o seu estado é grave. Além dela, mais seis pessoas foram levadas para o hospital: quatro já receberam alta e duas estão em observação. Apenas uma pessoa das 15 encaminhadas para o Hospital do Servidor Público Municipal, permanece internada em observação.

Mais:  “Ouvi uma explosão atrás da outra”, diz testemunha de incêndio no centro de SP

De acordo com a corporação, o alvará da academia Smart Fit foi negado porque a empresa fez uma reforma no espaço, alterando a planta. Antes do estabelecimento, inaugurado nesta semana, funcionaram no espaço uma sala de cinema e um estacionamento.

Em nota, a Smart Fit afirmou que "a direção da empresa está em contato com autoridades para identificar as causas (do incêndio) e poderá prestar mais esclarecimentos quando tiver informações suficientes".

*Com Agência Brasil e Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.