Pesquisa indica 93,4% de rejeição a atos de black blocs

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Ação de mascarados durante protestos não é considerada "legítima" por 91,5% dos consultados pela CNT

Agência Estado

A pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT), em parceria com o MDA Pesquisa, divulgada nesta quinta-feira (7), revela que 93,4% dos entrevistados não apoiam a atuação dos black blocs, grupo de manifestantes mascarados que tem participado das principais ações de vandalismo nas últimas manifestações de rua no Rio de Janeiro e em São Paulo. Apenas 6% são favoráveis à atuação deles.

Conheça a nova home do Último Segundo

A pesquisa registrou que 91,5% dos ouvidos não consideram como "legítima" a ação dos mascarados. Somente 6,7% posicionaram-se a favor. O levantamento apontou ainda que 81,7% dos entrevistados defendem o direito das manifestações públicas pelos cidadãos, e outros 17,3% não defendem.

AP
Black Bloc durante protesto no Rio

Leia também:

Após protestos, Black Blocs chegam à segunda geração no Brasil

"Eles podem pegar um avião e atacar o Congresso", diz senador 

Foram entrevistadas 2.005 pessoas, em 135 municípios das cinco regiões do País, entre os dias 31 de outubro e 4 de novembro. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.

Leia tudo sobre: brasilblack blocs

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas