Líder do PCC será transferido para isolamento

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Detento é do primeiro escalão da facção, de acordo com os promotores que combatem o crime organizado

Agência Estado

O detento Fabiano Alves de Souza, mais conhecido como Paca, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC), será transferido da Penitenciária II de Presidente Venceslau para a de Presidente Bernardes (SP), onde ficará isolado no Regime Disciplinar Diferenciado(RDD). A remoção foi autorizada nesta segunda-feira (4) pelo Tribunal de Justiça (TJ-SP), que acatou o pedido feito pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Conheça a nova home do Último Segundo

Paca é do primeiro escalão da facção, de acordo com os promotores que combatem o crime organizado. Além dele, o TJ-SP determinou também a transferência de outros três dirigentes do PCC. Até agora, no entanto, apenas o preso Paulo César Souza Nascimento Júnior, o mais conhecido como Paulinho Neblina, condenado a quase 107 anos de prisão, foi levado para o RDD, onde está isolado pela sétima vez desde 2003.

Leia também:

Tenente suspeito de integrar PCC é preso

Marcola afirma que PCC reduziu a criminalidade em São Paulo

"Não vamos nos intimidar", diz Alckmin sobre ameaça de morte do PCC

Na sexta-feira (1), a Justiça determinou o "envio imediato" dos detentos Daniel Vinicius Canônico, conhecido como o Cego, e Eric Oliveira Farias, o Quebra ou Gominho. A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) fará a transferência em data que não será divulgada antecipadamente por motivos de segurança.

Leia tudo sobre: GERALigspPCCfacção criminosalíderescriminosos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas