IPTU aguarda sanção do prefeito prevê que o teto de reajuste em 2014 ficará em 20% para imóveis residenciais e de 35% para o comércio e a indústria

Agência Estado

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta quarta-feira (30) que o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um dever do administrador e comparou o tributo ao condomínio dos apartamentos. "Fiz o que os outros prefeitos fizeram", disse.

Conheça a nova home do Último Segundo

O prefeito de São Paulo durante entrevista coletiva nesta quarta-feira
Tiago Mazza/Futura Press
O prefeito de São Paulo durante entrevista coletiva nesta quarta-feira

O projeto de aumento do IPTU aguarda sanção de Haddad e prevê que o teto de reajuste em 2014 ficará em 20% para imóveis residenciais e de 35% para o comércio e a indústria.

Votação:   Câmara aprova aumento do IPTU e texto segue para sanção de Haddad

Ele defendeu o pagamento do imposto e disse que a capital paulista dá muito mais em troca para os cidadãos do que se diz. "É um tributo que pago com toda a alegria", afirmou.

Perguntado sobre um possível racha na bancada governista, Haddad disse que "governo bom é governo enxuto". Na votação desta terça-feira (29) a elevação do IPTU foi aprovada por uma margem pequena: foram 29 votos a favor e 26 contra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.