Preso suspeito de facilitar assaltos a carros-fortes no interior de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Suspeito teria passado informações sigilosas para criminosos. Outros dois suspeitos também foram presos

Agência Estado

Um supervisor de uma empresa de carros-fortes foi detido na manhã de quarta-feira (16), suspeito de ter colaborado com bandidos em quatro assaltos na região de Campinas, no interior de São Paulo. A investigação foi feita pela 2ª Delegacia de Investigação sobre Roubos a Cargas do Departamento Investigações Criminais (Deic).

Conheça a nova home do Último Segundo
Mais: Carro-forte foge de assalto na contramão em rodovia

A prisão do funcionário da empresa de transporte de valores de carga Rogério Ramos Santos, de 34 anos, ocorreu em Hortolândia. Ele teria passado informações sigilosas para os criminosos. Outros dois suspeitos envolvidos nos roubos também foram presos, em Sumaré, no bairro Matão. Um quarto suspeito foi identificado.

Um dos detidos em Sumaré, de acordo com o Deic, é Adriano Oliveira Meneses, de 30 anos. A dona de casa Natália Mendes Dias Costa, de 20 anos, também foi presa, ao ser flagrada com munições de fuzil calibre 7.62 milímetros. Ele é mulher do quarto suspeito de participar dos roubos, Guilherme Fernando Lopes, o Buiu, de 27 anos. Ele se encontra foragido.

A operação faz parte de uma investigação sobre uma organização criminosa que teria sido responsável por ataques a comboios e carros-fortes em Itatiba, em outubro de 2012, em Araras, e em Campinas, em abril e maio deste ano. Na terça-feira, 15, dois envolvidos foram presos - entre eles um líder de facção criminosa. Em 25 de setembro, oito pessoas também foram presas.

A polícia também concluiu que o mesmo grupo criminoso disparou contra uma viatura da Guarda Civil Municipal, em uma ação em Mogi-Guaçu, no início do mês. O veículo bateu em um muro, mas ninguém se feriu.

Leia tudo sobre: carris-fortessuspeitoassaltocampinas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas