Menino de 11 anos foi internado com queimaduras, ferimentos na perna direita, tórax e abdômen

Agência Brasil

Durou cerca de oito horas o protesto por moradia na Avenida Doutor Luiz Migliano, na região do Morumbi. Seis pessoas ficaram feridas após a explosão de um furgão. O veículo foi tombado pelos manifestantes e jogado em meio aos materiais que eram queimados no meio da via. Um menino de 11 anos, internado com queimaduras, ferimentos na perna direita, tórax e abdômen, permanece em estado grave.

Mais:  Carro explode e fere seis durante manifestação por auxílio-aluguel no Morumbi

Seis pessoas ficaram feridas no protesto por melhores condições de moradia no Morumbi, zona sul de São Paulo
Futura Press
Seis pessoas ficaram feridas no protesto por melhores condições de moradia no Morumbi, zona sul de São Paulo

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde cinco homens e um menino foram levados ao Hospital do Campo Limpo. Destes, três foram medicados e liberados. Um homem de 36 anos, que sofreu queimaduras e fratura exposta no braço direito, continua no centro cirúrgico. Um rapaz de 18 anos, com ferimentos leves, permanece em observação.

O protesto começou por volta das 7h e só terminou às 15h10, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego. De acordo com a Polícia Militar, a explosão teria ocorrido no cilindro de armazenamento de gás natural veícular (GNV) do furgão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.