Polícia prende três envolvidos em sequestros relâmpagos e outros crimes em SP

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Trio é investigado por mais dez roubos, inclusive assaltos a uma joalheria de Taboão da Serra, na Grande São Paulo

Agência Estado

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha envolvida em sequestros relâmpagos e prendeu três integrantes do grupo na madrugada de quinta-feira (03) no Jardim Morro Verde, zona oeste de São Paulo. O trio é investigado por mais dez roubos, inclusive assaltos a uma joalheria de Taboão da Serra. Há ainda um mandado de prisão contra outro suspeito, que conseguiu fugir do local.

Julho: Polícia prende cinco suspeitos de participar de sequestros relâmpagos em SP

No crime que fez com que a quadrilha fosse desmantelada, três homens armados agrediram uma vítima, que fraturou o tornozelo, enquanto a obrigavam a fornecer suas senhas de cartões bancários. Os suspeitos a levaram até duas agências, mas não conseguiram sacar o dinheiro. Depois, foram até a Rodovia Raposo Tavares, onde liberaram o homem. Foram roubados um notebook, um tablet e dois celulares.

"Quando uma das vítimas registrou o boletim de ocorrência, conseguimos rastrear o chip de seu celular", contou o delegado Carlos Battista, do 27º Distrito Policial (DP), responsável pelas investigações. O aparelho de telefone havia sido transferido para o nome de uma idosa, mãe de um dos suspeitos. A residência do rapaz foi localizada e a Justiça decretou sua prisão temporária

Algumas vítimas reconheceram os assaltantes e outras estão sendo chamadas para fazer a identificação. Enquanto as investigações continuam, a polícia pretende pedir a prorrogação da prisão temporária.

Leia tudo sobre: políciaigspsão paulocrimesequestro relâmpago

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas