Índios fecham Paulista em defesa da Funai

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Na opinião dos manifestantes, PEC 215 é uma jogada política dos ruralistas para tentar tirar o poder da Funai

Agência Brasil

J. Duran Machfee/Futura Press
Ato faz parte da Mobilização Nacional Indígena

Centenas de índios fecharam no fim da tarde desta quarta-feira (2) quatro das oito pistas da Avenida Paulista. Eles querem que a Funai (Fundação Nacional do Índio) mantenha o poder de demarcação de terras indígenas. A manifestação foi organizada pela Comissão Guarani Yvyrupa. A Polícia Militar não soube precisar o número de manifestantes.

Leia também:
Índios e ativistas fazem marcha em Brasília
Índios bloqueiam rodovias em protesto contra projetos de lei

De acordo com as lideranças indígenas, a Proposta de Emenda á Constituição (PEC) 215, que transfere aos congressistas a decisão sobre a demarcação de terras, coloca em risco os direitos das comunidades.

“A PEC 215 é uma jogada política dos ruralistas para tentar tirar o poder da Funai, e para o índio não ter mais força para demarcar. A gente precisa que a Funai continue sendo a tutora para a demarcação”, destacou Olívio Jekupe, um dos líderes dos manifestantes.

Os indígenas reivindicam do governo federal a retomada dos processos de regularização fundiária e a melhoria da situação dos indígenas. “Os indígenas estão esquecidos, nossas escolas em situação bem ruim, sem professores”, ressaltou Uricanan Silveira, índio pataxó.

O ato faz parte da Mobilização Nacional Indígena convocada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, que ocorre em diversas cidades do país.

Leia tudo sobre: índiosindígenasBrasilprotestoPEC 215igsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas