Saiba quais são as árvores mais antigas de SP

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Árvores da Mata Atlântica que nasceram há 300 anos ainda estão em pé em meio aos prédios e avenidas da capital

Neste domingo começa a primavera no hemisfério sul. A pedido do iG, o botânico Ricardo Cardim, que participou da elaboração da relação das árvores veteranas de guerra, todas remanescentes da Mata Atlântica ancestral paulistana, elabobou uma lista daquelas que devem ser as dez mais antigas da cidade. Veja abaixo imagens e os endereços das árvores centenárias mais antigas da capital paulista:

1º lugar: Figueira das Lágrimas - Est. das Lágrimas, entre o 515 e 530, Sacomã.  Leva o nome por ser ponto de despedida para quem seguia para o porto. É a mais antiga da cidade. Foto: Ricardo Cardim2º lugar: Jequitibá-branco do Trianon - Rua Peixoto Gomide, 949, Cerqueira César. Essa árvore da Mata Atlântica deve ser a mais antiga original na região central da metrópole.. Foto: Ricardo Cardim3º lugar: Chichá do Largo do Arouche - Largo do Arouche, centro. Símbolo de cartões-postais da primeira metade do século 20, o chichá já era uma árvore gigante de tronco comprido.. Foto: Ricardo Cardim4º lugar: Copaíba na Granja Julieta - Rua Inácio Borba, 286. Árvore devia fazer parte das margens do rio Pinheiros, antes de ser canalizado. Hoje está escondida e em área privada. Foto: Ricardo Cardim5º lugar: Copaíba do Colégio Friburgo - Av. João Dias, 242, Santo Amaro. Com copa e tronco grandes, essa centenária árvore nasceu dentro da floresta e resiste em meio a uma escola. Foto: Ricardo Cardim6º lugar: Cambuci de Santo Amaro - Praça Salim Farah Maluf. Esse exemplar é aparentemente o mais antigo cambuci da cidade, remanescente de pomar no Centro Histórico do bairro.. Foto: Ricardo Cardim7º lugar: Figueiras da Casa do Caxingui - Praça Ênio Barbato I. Árvores nativas da Mata Atlântica situadas na zona oeste relembram a paisagem rural paulistana de três séculos atrás.. Foto: Ricardo Cardim8º lugar: Figueira do Parque do Carmo - Itaquera. “Irmã” da figueira-das-lágrimas, do caxingui e do piques, as figueiras-bravas do Parque do Carmo devem ser mais do que centenárias.. Foto: Ricardo Cardim9º lugar: Jatobá do Parque da Luz  - Rua Ribeiro de Lima, 99, Bom Retiro. O parque mais antigo da cidade é um dos principais redutos de árvores centenárias na cidade de São Paulo.. Foto: Ricardo Cardim10º lugar: Figueira do Piques - Largo da Memória, centro. Uma das maiores árvore do centro, a figueira fica onde está o obelisco do Piques, o monumento mais antigo de São Paulo. Foto: Ricardo Cardim

Fonte: Ricardo Cardim/S.O.S Mata Atlântica

Mais Top 10:
Veja quais são os dez bairros onde mais faltam vagas em creches em São Paulo
Saiba quais são os dez bairros com mais museus em São Paulo
Capital é só a 9ª cidade em área em São Paulo; veja a maiores
Saiba quais são os bairros que mais cresceram em SP
Os dez bairros mais secos de São Paulo
Veja quais são os dez bairros mais pobres de São Paulo
Veja quais são os dez bairros mais ricos de São Paulo
Conheça os dez maiores parques municipais de São Paulo
Veja onde são registrados mais roubos e furtos de veículos em SP
Veja os dez pontos turísticos mais visitados de SP
Veja os dez bairros com as maiores concentrações de prédios em SP


Leia tudo sobre: top10igspsão pauloárvoresprimavera

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas