Torta de frango causou intoxicação em escola de São Paulo, diz laudo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo uma aluna, torta tinha partes escuras e aspecto grudento. Escola foi notificada pela Secretária da Saúde

Agência Estado

Uma torta de frango foi a responsável pela intoxicação de 44 crianças em uma escola na região de Parelheiros, zona sul de São Paulo, no dia 06 de setembro. O laudo da Vigilância Sanitária, divulgado nesta terça-feira (17), pela Secretaria Municipal da Saúde, aponta que na amostra da torta de frango produzida na escola foram encontradas bactérias do grupo Bacillus cereus, o que tornou o produto impróprio para consumo.

Mais: Merenda é suspeita de causar intoxicação em alunos da rede pública de SP

Essa bactéria sobrevive quando o alimento é mal cozido ou indevidamente refrigerado e pode provocar vômitos e diarreia.

Um suco de caixinha vencido havia sido apontado pelas mães das crianças como possível causador do mal-estar, mas o laudo mostrou que não havia microrganismos patogênicos na amostra da bebida - embora o produto estivesse com validade vencida há cerca de 40 dias. Os alimentos faziam parte da merenda.

Uma aluna da escola, de 12 anos, afirmou na ocasião que a torta tinha partes escuras e aspecto grudento. "Dez minutos depois de comer eu já estava vomitando", relatou. No Hospital do Grajaú, ela fez exames de sangue e tomou soro na veia.

Segundo a secretaria, a Escola Estadual de Vargem Grande II foi notificada sobre o resultado das análises para adotar as devidas providências. A equipe técnica realizou inspeção no local e os responsáveis pela direção da unidade e da cozinha foram orientados sobre as práticas corretas para a manipulação de alimentos.

Leia tudo sobre: intoxicaçãoalunosigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas