Aluno de 4 anos é atacado por cobra em centro ambiental no interior de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Menino participava de excursão da escola e foi atacado após tocar no animal durante apresentação com monitor

Agência Estado

Um aluno de quatro anos foi mordido por uma cobra durante visita monitorada a um centro de educação ambiental de Votorantim, na região de Sorocaba, nesta segunda-feira (16). O monitor ambiental permitiu que a criança pegasse a cobra, mas o réptil o atacou, causando ferimentos na mão, braço e cotovelo.

Leia também: Criança é mordida por morcego em bufê infantil no interior de São Paulo

Divulgação/site
Imagem do Sítio Reino Animal

A cobra, uma píton indiana de dois metros, é exótica e não venenosa, por isso é uma das atrações do Sítio Reino Animal. O estudante participava de uma excursão ao local com outros 27 colegas de uma escola particular de Sorocaba.

De acordo com a mãe da criança, Fernanda Pereira Albanesi, os próprios funcionários levaram seu filho a um hospital. O menino foi medicado e liberado. Ela disse que a excursão previa uma visita ao parque para conhecer os hábitos dos animais, mas não esperava que a criança fosse incentivada a tocar os bichos, principalmente uma cobra. A família registrou boletim de ocorrência por lesão corporal.

O dono do centro, Lázaro Ronaldo Puglia, reconheceu que houve falha do monitor ao permitir que a criança se aproximasse da cabeça da cobra. Puglia afirmou que trabalha há 40 anos com educação ambiental e esse foi o primeiro acidente. O Sítio Reino Animal informa em seu site que oferece atividades sustentáveis e ecológicas.

A equipe inclui veterinário, biólogo e pedagogo, além de arte-educadores e monitores. O sítio mantém um acervo de animais domésticos, na fazendinha, e silvestres no mini-zoológico. A Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar se houve imperícia ou negligência dos responsáveis pelo local.

Leia tudo sobre: cobraalunoeducação

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas