Manifestação de petroleiros e atingidos por barragens ocupa a avenida Paulista

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Manifestantes chegaram a fechar a avenida Paulista nos dois sentidos nesta quinta-feira

Um protesto que reúne movimentos sociais, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) interdita parte da avenida Paulista, no centro de São Paulo, nesta quinta-feira (05). Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os manifestantes chegaram a fechar os dois sentido da avenida.

Vejo ao Vivo: Acompanhe imagens ao vivo da avenida Paulista, em São Paulo

J. Duran Machfee/Futura Press
Movimentos sociais, Federação Única dos Petroleiros (FUP) e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizam ato em São Paulo

De acordo com levantamento da Polícia Militar, ao menos 300 pessoas se concentraram na praça Oswaldo Cruz, na região da Paulista, por volta das 10h. Até as 11h30, a PM não soube informar o número exato de manifestantes que participam do ato na avenida. Eles reivindicam o cancelamento do leilão do pré-sal, previsto para ocorrer no dia 21 de outubro.

Às 11h30, o protesto gerava 2,6 quilômetros de engarrafamento, da Oswaldo Cruz até a Consolação. No momento, a cidade tem 105 quilômetros de lentidão, índice acima do normal para o dia e horário.

Entre os objetivos do protesto está pressionar o governo federal a cancelar o leilão do pré-sal, previsto para 21 de outubro. Os manifestantes também criticam a privatização das usinas hidrelétricas.

Os organizadores do protesto que tomou a avenida Paulista entregaram uma carta com as principais reivindicações no escritório da Presidência da República. A carta foi entregue por volta das 13h e o objetivo é que chegue à presidenta Dilma Rousseff, em Brasília. O documento defende o cancelamento dos leilões de petróleo do pré-sal, o fim da privatização de usinas hidrelétricas em poder da União e o atendimento às pessoas atingidas pela construção de barragens.

*Com AE e Agência Brasil

Leia tudo sobre: avenida paulistaprotestomanifestaçãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas