Homem é sequestrado e tem explosivos presos ao corpo em São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Vítima trabalha na Viação Transpass e foi sequestrada em Embu das Artes. Quadrilha levou R$ 50 mil da empresa

Um funcionário de uma empresa de ônibus foi encontrado com um artefato preso ao seu corpo nesta manhã de segunda-feira, no Jaguaré, bairro da zona oeste de São Paulo. Segundo informações da Polícia Militar, o homem trabalha na empresa Transpass e foi deixado na avenida Torres de Oliveira, número 495, às 6h.

Mais: Artefato é encontrado no santuário de Aparecida, em São Paulo

A vítima teria sido sequestrada e levada até a sede da companhia. Os criminosos fugiram levando cerca de R$ 50 mil reais e deixaram o refém no local, com artefatos presos ao corpo.

Alex Falcão/Futura Press
Equipe do Gate se prepara para analisar artefato no Jaguaré, zona oeste de São Paulo

Segundo a PM, o homem estava saindo de sua casa, em Embu das Artes, região metropolitana de São Paulo, por volta das 6h, quando foi abordado por quatro criminosos armados. Eles sequestraram a vítima e a levaram até o pátio da Viação Transpass.

Os bandidos roubaram R$ 50 mil da empresa e deixaram o refém na garagem dos ônibus, com os objetos amarrados ao corpo. Ainda segundo a PM, a própria vítima retirou os supostos explosivos e acionou a polícia.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar foi acionado. Até as 10h15, a assessoria da PM não soube confirmar se o material era realmente explosivo. Os policiais esclareceram ainda que a ocorrência não tem relação com a greve de uma outra empresa de ônibus, a OakTree, na região.

*com Agência Estado

Leia tudo sobre: explosivogatepolícia militarsequestroigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas