Ibirapuera ficará aberto 24h aos finais de semana a partir do fim de setembro

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

A segurança durante as madrugadas poderá ser feita por policiais militares ou por reforço da Guarda Civil

Agência Estado

A Prefeitura de São Paulo está prestes a concluir um plano de segurança para manter o Parque do Ibirapuera, na zona sul, aberto 24 horas por dia nos fins de semana, a partir de 28 de setembro. Os secretários do Verde e Meio Ambiente, Ricardo Teixeira, da Segurança Urbana, Roberto Porto, e dos Esportes, Celso Jatene, tiveram reunião na última segunda-feira (26) para acertar os últimos detalhes da proposta, feita a pedido do prefeito Fernando Haddad (PT).

Leia também: Parque do Ibirapuera troca luzes para ser modelo em São Paulo

Futura Press
Pessoas andam de bicicleta no parque Ibirapuera

A segurança durante as madrugadas de fins de semana no parque poderá ser feita por policiais militares da Operação Delegada ou por reforço do efetivo da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

"O objetivo é que o Ibirapuera seja o 12.º equipamento público que ficará aberto por todo o fim de semana, a partir de setembro. Já temos outros 11 clubes espalhados pelos bairros que, logo depois da Virada Esportiva (nos dias 21 e 22 de setembro), vamos deixar abertos por 24 horas, como um projeto-piloto", revelou Jatene ao jornal O Estado de S. Paulo.

No Plano de Metas da gestão Fernando Haddad, até 2016, o objetivo é ter 32 equipamentos, entre parques e clubes, abertos de forma ininterrupta nos sábados e domingos.

Segundo o secretário dos Esportes, nem todas as áreas do parque, de 1,4 milhão de metros quadrados, poderão ficar abertas nas madrugadas. "Por questões ambientais, algumas partes não serão acessíveis", disse Jatene. Nos dias comuns, a área verde fica aberta das 5 horas à meia-noite, mas algumas partes fecham antes, às 22 horas. Cerca de 300 mil pessoas vão ao Parque do Ibirapuera aos sábados e domingos.

Veja os dez maiores parques de São Paulo:

1º lugar: Parque Anhanguera, na zona norte. Com uma extensão de 9,5 milhões m² espaço é a maior área verde de São Paulo. Foto: Divulgação2º lugar: Parque do Carmo, na zona leste, com 2,3 milhões m². Recebe há 34 anos da "Festa das Cerejeiras" e a comunidade japonesa. Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo3º lugar: Parque Ibirapuera, na zona sul. Apesar de ser um dos mais conhecidos, o espaço conquistou a 3ª posição com 1,5 milhão m² . Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo4º lugar: Parque Vila do Rodeio, na zona leste. Local com 613 mil m²  foi criado para preservar as nascentes do córrego do Rodeio. Foto: Divulgação5º lugar: Parque Jardim da Conquista, na zona leste. Área de 559 mil m² foi criada para preservar nascentes de córrego e espécies nativas. Foto: Marcos Santos6º lugar: Parque Cemucam, na divisa com Cotia, com 500 mil m². Espaço tem circuito de mountain bike, trilhas e viveiro. Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo7º lugar: Parque Profª Lydia Natalizio Diogo, na zona leste, tem 380 mil m². Área ajuda na drenagem urbana da região de Vila Prudente. Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo8º lugar: Barragem da Guarapiranga, na zona sul, com 305 mil m². Na orla da represa, local tem monumento "Heróis da Travessia do Atlântico" . Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo9º lugar: Parque Guabirobeira, na zona leste, tem 302 mil m². Conta com Áreas de estar, playground e quiosques. Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo10º lugar: Pq. Esportivo do Trabalhador, também na zona leste, tem 286 mil m². Com quadras para vários esportes, local também tem “pipódromo”. Foto: Divulgação / Prefeitura de São Paulo

Pressa

Ontem, logo após a reunião do Conselho da Cidade, na Praça das Artes, para apresentação do novo Plano Diretor, Porto e Teixeira saíram rapidamente para discutir a abertura do Ibirapuera por 24 horas. "O prefeito pediu e quer pressa, e nós temos de resolver", disse Teixeira.

Haddad pediu celeridade na conclusão do projeto após a realização da Virada Ambiental, nos dias 17 e 18 deste mês, quando mais de 100 mil pessoas foram ao Ibirapuera durante a madrugada - o parque ficou aberto por 24 horas para o evento, realizado em outras 68 áreas verdes da cidade.

Clubes

O governo municipal escolheu também 11 clubes municipais com áreas de lazer e esportiva para funcionar das 8 horas de sábado às 18 horas do domingo, a partir de 28 de setembro. Na zona sul, o clube municipal Balneário Princesa Isabel, no Ipiranga, e o Balneário Jalisco, no Jabaquara, estão entre os que vão funcionar por 24 horas. O projeto-piloto dos clubes vai chamar "Revirando a Virada", já que vai acontecer na semana seguinte à Virada Esportiva.

Leia tudo sobre: parque ibirapuerasão pauloaberto 24 horasigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas