Homicídios caem em SP em julho, mas número no ano ainda é maior do que de 2012

Por Wanderley Preite Sobrinho - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Latrocínios apresentam alta de 12% no ano no Estado. Na capital paulista, roubos e furtos de veículos estão em alta

O número de homicídios registrados no Estado de São Paulo em julho registrou queda pelo quarto mês seguido em 2013, em comparação com os mesmos meses do ano passado, segundo as estatísticas divulgadas nesta segunda-feira (26) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Mesmo com essa queda, no acumulado do ano, os homicídios registram um pequeno crescimento de 0,6%, passando de 2.533 para 2.549. "Os números não nos deixam satisfeitos, temos de aprimorar a integração das polícias. Há muito a ser feito", disse o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella.

Leia mais:
Homicídios de jovens crescem 326,1% no Brasil, mostra Mapa da Violência
Homicídios caem, mas latrocínios sobem 55,5% na capital paulista em abril

Alice Vergueiro/Futura Press
Dados de criminalidade foram divulgados pela Secretária de Segurança Pública de São Paulo

Segundo a SSP, foram 313 casos no mês, o menor número dos últimos 25 meses, e queda de 10,06% em relação a julho de 2012 (348). Na comparação com igual período dos anos anteriores, julho teve a segunda menor quantidade de homicídios desde 2001, quando os dados de criminalidade começaram a ser computados nos moldes atuais.

Latrocínios

Outro indicador de criminalidade, os latrocínios, que são os roubos seguidos de morte, ficaram estáveis em julho, com 31 casos, o mesmo registrado no mesmo mês do ano anterior. Mas em 2013, os latrocínios apresentam um crescimento de 12%, subindo de 209 para 234 nos sete primeiros meses de cada ano. Segundo Grella, "o latrocínio e o roubo são as maiores preocupações porque tem um grande impacto sobre a opinião pública".

Capital

A cidade de São Paulo teve uma alta de 23,1% no número de roubos de veículos no mês de julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. As ocorrências subiram de 3.440 em 2012 para 4.237 em 2013. Já os furtos (crimes caracterizados pela ausência de violência ou grave ameaça contra a vítima) de veículos tiveram alta de 21,8% passando de 3.541 para 4.316. Sobre o aumento dos roubos, Grella disse: "É um trabalho permanente. Houve um recorde de prisão, o que mostra que a policia está trabalhando".

Os roubos em geral tiveram alta de 3,2%, de 15.793 ocorrências em julho de 2012 para 16.297 no mesmo mês de 2013. Os homicídios dolosos caíram 9,5% no período, de 92 para 84, e os latrocínios caíram de 12, em julho de 2012, para 11 em julho deste ano. Já os latrocínios tiveram um aumento de 30% em São Paulo nos últimos sete meses.


Leia tudo sobre: homicídioscrimessspcriminalidadeigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas