Polícia fará retrato falado de mulher que roubou bebê no interior de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia já tem as imagens das duas suspeitas que aparece, fugindo do shopping com o bebê no colo

Agência Estado

A delegada Olívia dos Santos Fonseca ouve nesta quinta-feira (22), os depoimentos de testemunhas que podem ajudar na elaboração de um retrato falado da mulher que roubou um recém-nascido de 22 dias da mãe, dentro do Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo, na noite de terça-feira (20).

Leia mais: Mulher é suspeita de dopar mãe e roubar bebê em shopping do interior de SP

Solange Barbosa/arquivo pessoal
O recém-nascido de 22 dias foi levado da mãe de dentro do shopping

A Polícia Civil já tem as imagens das duas suspeitas que aparecem fugindo do shopping com o bebê no colo. A mãe da criança tem 15 anos e pode ter sido dopada por uma mulher que se aproximou da família durante a gravidez dizendo ser de uma organização não governamental (ONG) e se identificava como Márcia.

Apesar de usar peruca escura e lentes verdes, a suspeita é loira de cabelos longos. "Vamos ouvir uma pessoa que atendeu ela no shopping e a família", afirmou a delegada que trabalha com a hipótese de tráfico internacional de crianças.

A suspeita levou a mãe da criança para o shopping para pagar um lanche para ela, teria dopado a menina e depois fugido com a criança. Um taxista que levou as duas suspeitas e o bebê para um ponto de ônibus, de onde elas seguiriam para Americana, na noite do crime, também deve ser ouvido.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas