Mulher é suspeita de dopar mãe e roubar bebê em shopping do interior de SP

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Suspeita que se aproximou de família carente durante a gravidez foi filmada deixando shopping com bebê no colo

Agência Estado

Um recém-nascido de 22 dias foi levado da mãe de dentro do Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo, na noite desta terça-feira (20). A mãe do bebê tem 15 anos teria sido dopada por uma mulher que se aproximou da família durante a gravidez dizendo ser de uma organização não governamental (ONG).

iG Paulista: Bebê é roubado da mãe em Santa Bárbara
Leia também: Falsa enfermeira teria roubado bebê de hospital no Paraná

Solange Barbosa/arquivo pessoal
O recém-nascido de 22 dias foi levado da mãe de dentro do shopping

A avó do bebê Gabriel, Solange Barbosa, de 34 anos, afirmou à Polícia Civil que a suposta autora do roubo se apresentou para a família no quinto mês de gestação da nora dizendo que trabalhava em uma ONG de apoio à adolescentes grávidas. No dia do desaparecimento do bebê, ela afirmou à vítima que tinha conseguido um médico para o recém-nascido que tem problemas no coração, em Americana, cidade vizinha. A avó disse à polícia que suspeitou do convite e foi junto com a nora e um filho de 9 anos, irmão do pai do bebê.

A mulher teria dito então que a consulta havia sido desmarcada e que ela pagaria um lanche para a adolescente. Solange então sugeriu que elas fossem ao shopping, onde ela trabalha. Para a polícia, a avó afirmou que se afastou da nora, do neto e do filho, que ficaram com a suspeita. Ela teria dado dinheiro para que o menino fosse ao fliperama do shopping e dopado a adolescente. Quando a avó retornou, a nora estava passando mal. A mulher e a criança não estavam mais no local. Para a polícia, Solange disse que a suspeita usava peruca preta e lentes verdes.

A Polícia Civil já solicitou as imagens do circuito interno de câmeras do shopping para identificar a suposta autora do roubo do bebê. Policiais militares que atenderam a ocorrência disseram que nas imagens a mulher aparece sempre de cabeça baixa e deixou o shopping com o bebê no colo pela porta da frente. O caso foi registrado na polícia como subtração de incapaz.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas