Multas em faixas de ônibus quintuplicam na cidade de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Infração por transitar na via é de R$ 53,20 e três pontos na CNH. Capital ganhou novos quatro trechos nesta segunda

No ano em que as maiores avenidas da cidade de São Paulo passaram a ter faixas exclusivas de ônibus, o número de multas a motoristas que invadiram a área dos coletivos quintuplicou. De janeiro a julho deste ano, foram aplicadas 104.937 multas por invasão às faixas de ônibus. No mesmo período de 2012, foram 20.257 autuações - variação de 418%.

O valor da multa por transitar em faixa exclusiva à direita é de R$ 53,20 e implica em três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Mais: Avenida 23 de Maio ganha faixa exclusiva de ônibus em São Paulo

Futura Press
Agente da CET orienta motoristas no 1º dia de faixa exclusiva na av. Interlagos (arquivo)

Na Marginal do Tietê, as multas começaram no dia 24 de junho. Até 31 de julho, foram 5.389 multas por invasão à faixa, uma média de 141 por dia. Para flagrar os infratores, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ficam posicionados em sete pontos de manhã e em seis à tarde.

Em 22 de junho, começaram as multas para quem invadisse as faixas exclusivas na Marginal do Pinheiros e nas avenidas Paulista e Doutor Arnaldo. Em três trechos onde foram implementadas as faixas na marginal, foram 3.887 multas até o dia 14 deste mês. A via tem três agentes de manhã e três à tarde para fazer a fiscalização.

Leia mais sobre o assunto:

- Corredor Norte-Sul ganha faixa exclusiva para ônibus em São Paulo
- Para fazer obras, construtora terá de pagar por faixa exclusiva de ônibus
- Com faixa exclusiva, ônibus ganha de carro por 30 minutos em SP

No mesmo período, na avenida Paulista, foram 2.206 autuações. Na Doutor Arnaldo, foram 814 multas. Nas duas vias, durante todo o dia sempre há cinco agentes para autuar os motoristas. Além do aumento das multas nas faixas, houve ligeiro acréscimo nas autuações por invasão aos corredores. Foram 171.255 multas de janeiro a julho, contra 168.352 no mesmo período do ano passado. O aumento foi de 1,7%.

Dentre os mais de 60 quilômetros de faixas exclusivas criadas neste ano, em alguns a aplicação de multas ainda não começou. O principal é o Corredor Norte-Sul. A partir do dia 26, quem invadir o espaço dos ônibus entre a praça Campo de Bagatelle, na zona norte, e a avenida Jangadeiro, na zona sul, passará a ser autuado.

Novas faixas

A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta segunda-feira faixas exclusivas de ônibus em trechos de quatro vias da capital. A exclusividade para o transporte coletivo é nas avenidas Brigadeiro Luís Antônio, Francisco Matarazzo e Águia de Haia e na Rua João Teodoro.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), 10,5 quilômetros começaram a ser ativados hoje, totalizando 128,62 km de faixas exclusivas adotadas em 2013. Por enquanto, não serão aplicadas multas para quem desrespeitar as faixas nos novos trechos.

Leia mais: Transporte coletivo é a opção mais lenta em SP e no Rio

Como é o transporte público em cinco grandes cidades do mundo

Na Brigadeiro Luís Antônio, são duas faixas. A área exclusiva fica à direita, no sentido centro, desde a Praça Dom Gastão Liberal Pinto até a Rua Maria Paula, num trecho de 4,8 km de extensão. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 6 às 22 horas, e aos sábados, das 6h às 14h. No sentido bairro, foi instalada uma faixa exclusiva complementar à que já existe.

Na Francisco Matarazzo, são 500 metros de faixas somadas às que já existem. A exclusividade valerá de segunda a sexta-feira, das 4 às 23 horas, e, aos sábados, das 4 às 15 horas. Já na Águia de Haia, são 4,3 km, entre a Avenida São Miguel e a Radial Leste, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 5h às 9h, no sentido centro, e, das 17h às 20h, no sentido bairro.

Na rua João Teodoro, a preocupação é com o pico da manhã e, por isso, a restrição na faixa da direita vale só de segunda a sexta-feira, das 6h às 10h, no trecho entre as Avenidas do Estado e Tiradentes. Com isso, a faixa exclusiva para ônibus já existente entre a Rua Maria Marcolina e a Avenida do Estado também funcionará das 6h às 10h. 

*com Agência Estado

Leia tudo sobre: faixas exclusivascetmultasigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas