Polícia apreende três menores acusados de matar dentista no interior de SP

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Crime ocorreu em maio no consultório da vítima em São José dos Campos. Menores têm entre 15 e 17 anos

Agência Estado

Mais três suspeitos de atearem fogo contra o dentista Alexandre Peçanha Gaddy, em maio, foram detidos na segunda-feira (12) pela Polícia Civil. A Secretaria Estadual de Segurança Pública divulgou hoje que três menores foram apreendidos em São José dos Campos: duas garotas, uma de 15 e outra de 17 anos, e um adolescente de 17 anos.

Lucas Lacaz Ruiz/Futura Press
Consultório de Gaddy no interior de São Paulo

Entenda: Ladrões ateiam fogo em dentista após assalto no interior de SP 

Dentista queimado após tentativa de assalto morre em hospital de São Paulo

Em junho, dois homens acusados de invadir o consultório e atear fogo contra o corpo de Gaddy já haviam sido presos. Na ocasião, a polícia disse que investigava a participação de três menores no crime. As meninas foram encontradas em casa enquanto o garoto estava em uma escola. Os adolescentes foram encaminhados à Vara da Infância e Juventude, que expediu os mandados de apreensões.

Na noite do dia 27 de maio, pessoas encapuzadas invadiram o consultório em São José dos Campos e, como não teriam encontrado dinheiro, atearam fogo no dentista. Gaddy chegou a ser resgatado com consciência por PMs, mas após ficar uma semana internado, não resistiu às queimaduras e morreu.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas