Adutora se rompe e bloqueia avenida na zona sul de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Rede afetada é de pequena dimensão e fica no cruzamento entre as avenidas Adolfo Pinheiro e Santo Amaro

Agência Estado

Uma adutora se rompeu na manhã desta sexta-feira (02) na avenida Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. Em nota, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) disse que foi informada do rompimento pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) às 7h10 e, "de imediato", efetuou o fechamento da rede. Segundo a Sabesp, não há mais água na via. O vazamento teve início às 6h15, de acordo com a CET.

Rio de Janeiro: Rompimento de adutora mata criança e deixa feridos no Rio

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Rompimento de adutora da Sabesp na manhã desta sexta-feira, em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo

A rede afetada é considerada de pequena dimensão (100 mm) para a Sabesp e fica no cruzamento entre as avenidas Adolfo Pinheiro e Santo Amaro. A empresa afirmou acreditar que a movimentação do terreno pelo excesso de veículos na região seja a causa mais provável para o rompimento da tubulação. Uma perícia vai apurar o que provocou o vazamento.

Por volta das 10h, duas faixas da pista seguiam interditadas devido à presença de uma equipe no local, que trabalha nos reparos da rede. Nesta manhã, a zona sul da capital paulista tinha o maior índice de lentidão. Às 10h30, eram 24 quilômetros de congestionamento - 34% do trânsito da cidade.

A Sabesp disse que a tubulação será concertada, no máximo, até as 14 horas desta sexta. Durante esse período, as regiões de Santo Amaro e do Largo Treze terão o abastecimento de água comprometido. Segundo a Sabesp, os moradores devem economizar água e somente casos de emergência serão atendidos com caminhão-pipa, por meio do número 195.

Leia tudo sobre: adutorasanto amarosão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas