Moradores reclamam de prejuízos com incêndio na zona leste de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Reclamações são de vidros de janelas quebrados por causa do calor e batentes de plásticos derretidos

Agência Estado

A fumaça provocada pelo incêndio em um depósito de uma das lojas da rede Armarinhos Fernando, na Mooca, na zona leste de São Paulo, fez com que os moradores de prédios e casas vizinhas precisassem passar a noite dessa quarta-feira (31) fora. Os que permaneceram em casa, como o advogado Carlos Alberto Beatriz, de 52 anos, que mora em um prédio ao lado do galpão queimado, ouviram explosões durante toda a noite. "Apesar de os bombeiros terem controlado o incêndio, ainda há muito material inflamável. Alguns materiais, como vidros de esmaltes, foram lançados para o meu prédio", afirmou.

Leia também: 
Após quase 24h, incêndio na zona leste de São Paulo é controlado
Incêndio atinge loja na zona leste de São Paulo

Futura Press
Loja Armarinhos Fernando pega fogo na manhã desta quarta-feira na Mooca, em São Paulo

Outros moradores reclamaram de vidros de janelas quebrados por causa do calor e batentes de plástico derretidos. "O principal problema é que é a segunda vez que isso acontece, então é preciso tomar uma providência", disse o aposentado Miguel Fernandes, de 72 anos.

Na manhã desta quinta-feira (1), dez equipes dos bombeiros faziam o trabalho de rescaldo no local e ruas da região seguiam interditadas. Segundo o coordenador da defesa civil da Mooca, Francisco de Almeida Dias, o playground do Condomínio Edifício Verona, na Rua Clark, teve de ser interditado, pois há risco de desabamento da parede, que é colada ao galpão. "Engenheiros irão ao local ainda hoje para avaliar a situação do muro. Os outros prédios vizinhos foram todos liberados."

Segundo a assessoria de imprensa da rede Armarinhos Fernando, as instalações "estão de acordo com as normas vigentes". Ainda não há cálculo do prejuízo. A empresa afirmou que já acionou sua seguradora e está montando uma estrutura para avaliar cada dano causado aos imóveis vizinhos. O incêndio não fez vítimas, mas um bombeiro fraturou o punho direito. Ele foi levado ao Hospital Militar, na zona norte da cidade, e passa bem.

Leia tudo sobre: incêndioigspsão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas