Antônio Siqueira (PMDB) garante que Francisco estará mais seguro em sua cidade. Pontífice chega amanhã

O prefeito de Aparecida, Antônio Márcio Siqueira (PMDB), classificou como “desastroso” o desfile do papa Francisco pelas ruas do Rio de Janeiro, na tarde de segunda-feira (22). Ele garantiu que o pontífice estará mais seguro em sua cidade, onde o argentino desembarca amanhã.

Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Mais: Basílica de Aparecida será fechada para varredura da PF na madrugada
No 1º dia, papa quebra protocolo, fica preso no trânsito e fala em português

“Aqui tudo foi planejado, a cidade é pequena e o percurso é menor. Temos de reconhecer que foi desastrosa a passagem do Papa pelas ruas principais do Rio”, afirmou o prefeito.

Francisco foi recebido por uma multidão nas ruas do Rio, que cercou diversas vezes o carro que o levava do aeroporto ao centro da cidade, deixando os seguranças desesperados. Preso em um congestionamento, o papamóvel ficou sem cordão de isolamento. Ainda assim, o papa não fechou a janela do veículo.

Aparecida se prepara para receber o papa Francisco; veja imagens

“Aqui está tudo devidamente preparado: 1.800 oficiais do Exército nas ruas”, afirmou o prefeito. Ao todo 5 mil homens cuidarão da segurança do papa, incluindo as Forças Armadas e as polícias Militar, Civil e Federal. “No Rio, a segurança do papa ficou comprometida.”

Entre a Basílica e o Seminário Bom Jesus – onde Francisco vai almoçar e abençoar uma imagem de Frei Galvão – e o caminho de volta, o papamóvel vai percorrer 2,2 km. “Aqui as ruas são mais estreitas que no Rio, as pessoas vão ficar mais próximas, tanto na Basílica como fora dela”. O esquema de segurança só interditará algumas ruas, sem a utilização de grades ou bloqueios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.