Três mil autoridades e 12 mil fiéis acompanharão missa com o papa. Devotos formam fila na entrada do santuário

Está quase tudo pronto para a chegada do papa Francisco à Basílica de Nossa Senhora Aparecida, na manhã de quarta-feira (24). Enquanto os funcionários substituem os bancos por cadeiras e reservam a área exclusiva para autoridades dentro do santuário, à Polícia Federal caberá evitar que algum atentado coloque em risco a vida do pontífice.

Leia também:
No 1º dia, papa quebra protocolo, fica preso no trânsito e fala em português
'Cristo bota fé nos jovens', diz papa em português ao chegar no Brasil
Manifestantes são presos após confronto em frente ao Palácio Guanabara

A previsão é que a partir da meia-noite, a basílica seja completamente evacuada para que a varredura seja feita. O serviço deve durar toda a madrugada. Por volta das 5h30, as portas do santuário serão abertas para a chegada dos fiéis, que já formam fila no lado externo.

A atenção para esse procedimento aumentou depois que uma bomba de fabricação caseira foi encontrada dentro de um banheiro de um estacionamento do Santuário , no último domingo (21). O esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar de São Paulo foi chamado para cercar e detonar o artefato.

Segurança dos fiéis

O prefeito de Aparecida, Márcio Siqueira, afirmou que 1.800 homens do exército farão a segurança do papa pelas ruas da cidade. “Não haverá grades para isolá-lo. Elas só serão colocadas na parte externa da basílica.”

Dentro da igreja, os bancos estão sendo substituídos por cadeiras. “Queremos garantir que mais pessoas fiquem sentadas. Os bancos ocupam muito espaço”, explicou ao iG o padre Valdivino Guimarães.

De acordo com ele, só terão assento garantido as 3 mil autoridades convidadas para a missa, marcada para começar às 10h30. Outras 12 mil pessoas devem assistir a celebração de pé, mas dentro da basílica. Para garantir lugar, esses devotos terão de ficar em uma fila, que já se forma do lado de fora do santuário. As portas serão abertas às 5h30, depois da varredura feita pela Polícia Federal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.