Grupo faz arrastão durante festa e joga vítimas do segundo andar em Itapevi

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ação só terminou com a chegada da PM, que prendeu seis homens. Duas vítimas acabaram hospitalizadas

Dez pessoas fortemente armadas fizeram um arrastão na noite deste sábado (12) em uma chácara, durante uma festa, em Itapevi, região metropolitana de São Paulo. A ação terminou com a prisão de seis pessoas, acusadas de participar do roubo. Quatro suspeitos, um deles seria soldado do Exército, foram reconhecidos pelas vítimas e ficarão presos, mas outros dois foram liberados no início da tarde deste domingo (14).

Leia também:
Pesquisas indicam mudança no engajamento dos jovens brasileiros
Vítimas de acidente de ônibus serão veladas nesta noite no Distrito Federal

A festa, que começou por volta das 19h no sítio Três Marias, foi organizada pela internet. Parte do grupo entrou na festa pagando o ingresso de R$ 40. Dentro do sítio, o grupo de assaltantes começou a furtar celulares e a iniciar brigas com os demais convidados.

Segundo a Polícia Militar, o bando agiu com “muita violência” e chegou, durante a ação, a jogar algumas pessoas do segundo andar da casa, o que deixou duas pessoas hospitalizadas.

Após uma série de tumultos, a Polícia Militar foi chamada. A essa altura, dezenas de celulares, tênis, carteiras e bonés já tinham sido roubados. Os policiais chegaram por volta das 23h, provocando a saída das pessoas do sítio. Os envolvidos tentaram fugir e jogaram as armas em um córrego próximo ao local do crime. As armas ainda não foram localizadas.

Os homens reconhecidos pelas vítimas foram Brendo Michael Mendes da Silva, de 19 anos, que seria o soldado do Exército., Michael José do Nascimento Marinho, de 19, Theylon Raphael Rodrigues da Silva, de 18, e um adolescente de 17 anos.





Leia tudo sobre: São PauloItapeviarrastãoviolênciapresosigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas