Deslizamento de terra mata pai e filha na Grande São Paulo

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Homem de 55 anos e filha, de 7, foram soterrados. Outras duas meninas de 4 anos, gêmeas, não tiveram ferimentos

Agência Brasil

O desabamento de um barranco na cidade de Cajamar, na Grande São Paulo, provocou a morte de duas pessoas. Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas, Roberto de Souza, de 55 anos, e a filha Analice Borges de Souza, de 7 anos, dormiam em uma cama de casal quando foram soterrados por um deslizamento de terra. 

Leia também: São Paulo teve o segundo mês de junho mais chuvoso dos últimos 18 anos

Marcos Bezerra/Futura Press
Deslizamento de terra em Cajamar

Mais duas filhas, as gêmeas de 4 anos, Roberta Vitória de Souza e Gabriela de Souza, também estavam na residência no momento do desabamento, mas não sofreram ferimentos.

O corpo de Bombeiros informou que a casa de um cômodo, na rua Chavantes, Número 250, havia sido interditada pela Defesa Civil há um ano. Porém, a família retornou ao local. Com a chuva, há risco de mais deslizamentos nas proximidades, e outras residências vizinhas poderão ser interditadas.

Segundo relato dos bombeiros, por volta das 23h desta quarta-feira (3), um vizinho escutou um forte barulho e saiu para ver o que ocorria. Como não notou nada estranho, voltou a dormir e, nesta quinta-feira (4) pela manhã percebeu que o barranco tinha cedido sobre a casa ao lado da sua. Ele arrombou a janela da residência e retirou as duas gêmeas. Quando os bombeiros chegaram, às 7h, encontraram os corpos do pai e da filha de 7 anos.

Leia tudo sobre: deslizamentoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas