Grupo ataca base da PM e mata policial para evitar perseguição em roubo em SP

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Criminosos mataram policial com tiros de fuzil durante ataque a agência bancária em Conchas, no interior paulista

Agência Estado

Um policial militar foi morto com um tiro de fuzil durante uma ataque à base da Polícia Militar por assaltantes de bancos, na madrugada desta sexta-feira (28), em Conchas, a 176 km de São Paulo. Seguno a polícia, oc criminosos explodiam simultaneamente dois caixas numa agência bancária da cidade. A base policial foi atacada para evitar eventual perseguição.

Leia também: Bandidos fazem reféns para explodir agências no interior de São Paulo

A PM informou que foram disparados mais de vinte tiros contra a viatura policial que estava na frente da base e contra o prédio. Um tiro de fuzil atravessou a janela e atingiu o cabo Antonio Vieira Machado Neto, de 45 anos, que estava de plantão. A bala entrou pelas costas, quando o policial tentava se proteger dos disparos. Ele morreu na hora.

Depois de explodir e roubar dois caixas numa agência da rua Ceará, no centro da cidade, o bando fugiu. A PM montou um cerco na região, mas não tinha pistas dos assaltantes.

O cabo era policial na cidade havia 18 anos. Foi o segundo roubo a bancos este ano em Conchas. No dia 22 de março, cinco caixas foram explodidos em duas agências locais. Em pequenas cidades do interior, mais de trinta agências foram explodidas por quadrilhas desde o início do ano.

Leia tudo sobre: conchasbase da pmpolicial mortosão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas