Fechamento da Feira da Madrugada tem novo protesto no centro de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Prefeitura fechou o local para reformas de segurança. Desde então, lojistas protestam contra a medida

Agência Estado

Um grupo de cerca de 50 pessoas faz nesta quinta-feira (27), um novo protesto contra o fechamento Feira da Madrugada. Os manifestantes ocupam desde às 7h a faixa da direita da avenida do Estado e da rua São Caetano, na região central de São Paulo. 

Leia também:
Comerciantes da Feira da Madrugada pedem espaço provisório
Entenda: Prefeitura determina o fechamento temporário da Feira da Madrugada

Recurso: Liminar da Justiça mantém a Feira da Madrugada funcionando

GERO/FUTURA PRESS
Comerciantes da Feira da Madrugada fazem protesto nesta quinta-feira, em frente ao comercio na rua Oriente, no Brás, em São Paulo

A prefeitura fechou a Feirinha no dia 29 de maio para reformas de segurança no local. Desde a decisão de encerrar as atividades comerciais para as obras, várias manifestações dos lojistas ocuparam as ruas do Centro da capital paulista. O último protesto foi nessa quarta, 26, quando 100 pessoas bloquearam os dois sentidos da rua Oriente.

Agora os comerciantes alegam que, apesar da Feirinha ter sido fechada há quase 30 dias, as obras ainda não começaram. A Prefeitura deu um prazo de 60 dias para terminar a reforma - que vai custar cerca de R$ 4 milhões - e reabrir o comércio no local. Antes mesmo do fechamento, eles queriam ser responsáveis pelas reformas de adequação, garantindo assim o funcionamento normal da feirinha durante as obras.

Leia tudo sobre: são paulofeira da madrugadaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas