Governo de São Paulo anuncia redução nas tarifas dos ônibus metropolitanos

Por Carolina Garcia - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Alckmin também anunciou investimento federal em construção de rodovia na região de Campinas, revitalização de estações da CPTM e ampliação da Linha 5 do Metrô

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou nesta terça-feira (25) a redução da tarifa dos ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Segundo o governo, em média, as tarifas serão reduzidas em R$ 0,15. A nova tarifa passará a valer a partir do dia 1º de julho. Ontem (24), o governador anunciou a suspensão do reajuste nos pedágios.

Ontem: Governo de São Paulo suspende reajuste dos pedágios nas rodovias estaduais

Os ônibus da EMTU atuam em 48 cidades do Estado - nas 39 da região metropolitana e em mais nove da Baixada Santista. Como são várias as cidades e as tarifas são diferentes, a redução de R$ 0,15 é uma média. Para as tarifas das linhas que circulam no corredor ABD, por exemplo, o desconto será de R$ 0,20.

Transporte público: Haddad e Alckmin anunciam redução no preço da passagem

Estrada e CPTM e Metrô

O governador de São Paulo também fez outros anúncios nesta terça-feira. Após a reunião com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília, nesta segunda-feira, Alckmin anunciou que pretende apresentar três projetos de mobilidade do Estado de São Paulo para o governo Federal, como parte do "Pacto Nacional de Mobilidade".

O primeiro projeto será a construção do corredor de ônibus Noroeste de Campinas, com 24,5 quilômetros de extensão no interior do Estado, custando R$ 380 milhões de investimento. O corredor passará pelas cidades de Dona Odessa, Americana até Santa Bárbara do Oeste. O segundo será o reforço, acessibilidade e a revitalização de 30 estações da CPTM na região metropolitana de São Paulo. Segundo Alckmin, as melhorias custarão aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

O último anúncio foi a expansão do projeto da Linha 5 do Metrô, entre o bairro do Capão Redondo e o Largo Treze. Além das 11 estações já anunciadas, haverá expansão de 4 km para três novas paradas. São elas: Parque São Dias, Parque São José e Jardim Ângela. O projeto tem custo inicial de R$ 2 bilhões.  


Leia tudo sobre: alckminprotestomanifestaçãosão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas