Alckmin anuncia queda nos homicídios em maio, mas 2013 segue com mais casos

Por Carolina Garcia - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Governador de São Paulo afirmou que mês de maio registrou o menor número de homicídios dolosos dos últimos 12 anos. Mesmo assim, neste ano, casos são 6,6% a mais que em 2012

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na manhã desta terça-feira (25) que a taxa de homicídios dolosos caiu no mês de maio no Estado. Os dados antecipados pelo governador faz parte do balanço de criminalidade do mês passado que será apresentado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) nesta tarde.

Veja também:
Cerca de 30% dos homicídios em São Paulo têm causas banais, diz governo
Homicídios caem, mas latrocínios sobem 55,5% na capital paulista em abril

De acordo com o governador, os casos de homicídios dolosos em maio caíram de 332 no ano passado para 328 neste ano. Esse seria o menor índice registrado deste mês nos últimos 12 anos.

Mesmo com a redução anunciada por Alckmin neste mês, no ano, o Estado de São Paulo ainda registra uma alta 6,6% nos casos de homicídios dolosos nos cinco primeiros meses do ano, se comparados com os mesmos meses de 2012. De janeiro a maio deste ano, foram registrados 1.875 casos. No mesmo período do ano passado foram 1.756, 116 casos a menos.

Roubo, furto e latrocínio

Horas depois, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou outros balanços da estatística da criminalidade. O órgão citou a queda de outros seis indicadores. São eles: roubo, roubo de veículos e de carga, furtos e furtos de veículos.

De acordo com levantamento da SSP, o Estado teve diminuição de 8,48% dos roubos. Foram 21.208 ocorrências registradas em maio deste ano, contra 23.172 no mesmo período de 2012 – recuo de 1.964 casos. Os roubos de veículo passaram de 8.386 para 7.602. A diminuição foi de 9,35%, ou de 784 ocorrências.

Já roubo de carga caiu 12,29%, foram 635 casos em maio de 2013 contra 724 no mesmo mês de 2012 – recuo de 89 casos. Os furtos caíram 3,06% no Estado. A quantidade do indicador de criminalidade passou de 48.242 em maio do ano passado para 46.764 no mesmo mês deste ano - a queda foi de 1.478 ocorrências.

No entanto, os indicadores de latrocínio (roubos ou tentativas seguidos de morte) tiveram apenas a redução de dois casos na capital paulista (passando de 35 para 36 casos). No Estado, em geral, houve aumento de uma ocorrência.




Leia tudo sobre: alckminviolênciadados de violênciasão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas