Ato contra a 'PEC da Impunidade' deve lotar vão do Masp neste sábado

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Concentração está marcada para 15 horas na região da avenida Paulista, no centro de São Paulo. Movimento "Brasil Contra a Impunidade" organiza atos em oito cidades do País

Palco dos maiores protestos da capital paulista, o vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) volta a receber manifestantes neste sábado, às 15h, na avenida Paulista, região central. O ato público contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, a chamada PEC da Impunidade, foi organizado pelo movimento “Brasil Contra a Impunidade” e ocorrerá em pelo menos outras sete cidades do País. Em São Paulo, quase 300 mil pessoas confirmaram presença na manifestação.

Reprodução
Página da manifestação na rede social Facebook

Entenda: Câmara adia votação da PEC 37 que limita poder de investigação do MP

A PEC 37 foi apresentada em junho de 2011 pelo deputado federal e delegado de polícia Lourival Mendes (PTdoB-MA). O texto altera trecho da Constituição, indicando que a apuração das infrações penais é função privativa das polícias Civil e Federal. A medida impedirá o Ministério Público de assumir a investigação de crimes, prática usual desde que a instituição teve os poderes ampliados na Constituição de 1988. 

Por meio de nota, a assessoria do Ministério Público esclareceu que os atos programados não foram idealizados pelo órgão. “A opinião pública vem debatendo o tema e demonstrando o desejo de rejeição da proposta”, disse o texto. No entanto, membros da instituição podem oferecer apoio ao protesto já que “na condição de cidadãos também estão preocupados com esta questão”.

A favor: Mais de 130 ações questionam poder de investigar do Ministério Público
Contra: Lei é mordaça e estimula impunidade

Outras cidades organizaram manifestações conta a corrupção para hoje. São elas: Aracaju (SE), às 9h, na Praça Fausto Cardoso; Brasília (DF), em frente ao Congresso Nacional, às 14h; Belém (PA), às 8h, ainda sem local definido; Curitiba (PR), às 10h, com concentração na av. Luiz Xavier, região da Praça do Osório; Júlio de Castilhos (RS), na Praça da Igreja Matriz, às 9h; Juiz de Fora (MG), às 13h30, em frente à Câmara Municipal, e Teresina (PI), às 9h, na av. Frei Serafim.

Na noite de ontem (21), manifestantes ocuparam a Praça Roosevelt, na região central da capital, contra o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) e a aprovação da “cura gay” pela Comissão de Direitos Humanos (CDH). Há pelo menos duas semanas, a cidade de São Paulo tem registrado uma onda de protestos, alguns pacíficos e outros marcados pela violência. O primeiro tema que desencadeou as manifestações foi o reajuste da tarifa do transporte público, que acabou revogada pelo Estado.

Leia tudo sobre: igsppec 37protestomanifestaçãoimpunidadecombate à corrupção

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas