Manifestantes pedem e major da PM se senta em avenida em São Paulo; assista

Por Renan Truffi - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

'É uma demonstração de respeito da PM com a vontade da população. Quando não tem repressão, a gente consegue fazer uma ato controlado', disse um dos líderes do Passe Livre

Manifestantes que protestam pela redução da tarifa de ônibus em São Paulo protagonizaram uma cena de conciliação com a Polícia Militar quatro dias depois da repressão violenta contra os protestos na semana passada.

Dia 13: Em noite violenta, PM atirou até em quem pedia 'não machuquem os meninos' em SP

Governo de SP: Alckmin proíbe balas de borracha em manifestações

Matheus Preis, um dos líderes do Movimento Passe Livre, pediu que os manifestantes se sentassem pacificamente na Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, no sudoeste de São Paulo, e convidou o major Paulo Wilhelm de Carvalho, da Polícia Militar, a se unir ao ato. Ao aceitar o pedido, foi aplaudido. Veja o vídeo da repórter Susan Souza:

Dilma sobre os protestos: ‘É próprio dos jovens se manifestarem’

Pedido pessoal: Comandante-geral da PM pede protesto contra mensalão

"É uma demonstração de respeito da PM com a vontade da população. Isso é muito importante. Estamos vivendo uma experiência que a gente nunca viveu. Hoje está muito diferente do que na quinta-feira, quando a gente foi reprimido. Quando não tem repressão, a gente consegue fazer uma ato controlado", afirmou Preis.

Veja imagens do protesto em São Paulo:

Ponte Estaiada lotada após encontro de dois blocos de manifestantes. Foto: Igor Frias VieiraPonte Estaiada lotada após encontro de dois blocos de manifestantes. Foto: Igor Frias VieiraAv. Faria Lima lotada na altura do Shopping Iguatemi, um dos mais caros da cidade. Foto: Igor Frias VieiraManifestantes forçam o portão do Palácio dos Bandeirantes, no fim da noite desta segunda-feira, em São Paulo. Foto: Vitor Sorano/iGManifestante na Faria Lima carrega vinagre e alface, em alusão às prisões na semana passada. Foto: Igor Frias VieiraCena da manifestação contra o aumento das passagens de ônibus na capital paulista em 17/06. Foto: Igor Frias VieiraCartaz faz alusão à repórter que foi atingida no olho por uma bala de borracha, na última quinta-feira. Foto: Igor Frias VieiraCena da manifestação contra o aumento das passagens de ônibus na capital paulista em 17/06. Foto: Igor Frias VieiraIdosa participa da manifestação. Foto: Igor Frias VieiraIdosa participa da manifestação. Foto: Igor Frias VieiraManifestante usa máscara do grupo Anonymous durante concentração no Largo da Batata. Foto: Igor Frias VieiraCena da manifestação contra o aumento das passagens de ônibus na capital paulista em 17/06. Foto: Igor Frias VieiraConcentração no Largo da Batata. Foto: Igor Frias VieiraGrupos de manifestantes se reunem na Ponte Estaiada e se dirigem ao Palácio dos Bandeirantes. Foto: Susan Souza/iGGrupos de manifestantes se reunem na Ponte Estaiada e se dirigem ao Palácio dos Bandeirantes. Foto: Susan Souza/iGGrupos de manifestantes se reunem na Ponte Estaiada e se dirigem ao Palácio dos Bandeirantes. Foto: Susan Souza/iGProtesto passa pela Faria Lima, na altura da Rua Tabapuã. Foto: Rafael MantegaManifestante empunha cartaz durante protesto do Movimento Passe Livre na segunda-feira (17). Foto: Susan Souza/iGManifestante empunha cartaz durante protesto do Movimento Passe Livre na segunda-feira (17). Foto: Susan Souza/iGMatheus Preis, um dos líderes do Movimento Passe Livre. Foto: Renan TruffiProtesto contra o aumento das passagens de ônibus, trens e metrô, em São Paulo (SP), nesta segunda-feira. Foto: Gabriela BilóInício da passeata que saiu do Largo da Batata, na Zona Oeste de São Paulo. Foto: Futura PressManifestante empunha cartaz no início do protesto no Largo da Batata. Foto: Natália EirasCartaz na entrada do metrô Faria Lima ironiza prisão de jornalista que  no protesto de quinta portava vinagre para se proteger do gás lacrimogêneo. Foto: Vitor Sorano/iGManifestante pinta o rosto antes do início do protesto, na estação faria lima. Foto: Vitor Sorano/iGInvanise Marchesano, 82 anos, aposentada: "Eu não págo mais passagem, mas não consigo usar metrô no horário de pico nem para ir ao médico". Foto: Vitor Sorano/iGCaco Barcellos é hostilizado por manifestantes do 5º protesto do Movimento Passe Livre. Foto: Ricardo Galhardo/iG São PauloCartazes colados em mureta no Largo da Batata, durante preparação do protesto de 17/06. Foto: Futura PressAlunos da Universidade de São Paulo (USP) se reúnem para fazer faixas antes protesto contra o aumento do transporte público. Foto: Alex FalcãoManifestantes se reúnem no Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo, nesta segunda-feira. Foto: Euclides Oltramari Jr


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas