Egípcio é preso em São Paulo acusado de matar motorista e montar táxi falso

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Estrangeiro foi detido durante abordagem no Tucuruvi, na zona norte. Desaparecido desde maio, proprietário do carro foi morto após buscar acusado no Aeroporto de Congonhas

Edison Temoteo/Futura Press
Reprodução do passaporte de Ali Gouda Ali Mohamed, preso domingo na zona norte

Um egípcio foi preso na noite de domingo (16) após ser parado por policiais militares no bairro do Tucuruvi, na zona norte de São Paulo. Ali Gouda Ali Mohamed, de 24 anos, foi parado após a Polícia Militar notar que o veículo tinha uma placa falsa e um suposto taxímetro.

No Rio: Preso homem acusado de estuprar até em Niterói e na Região dos Lagos

Ele dirigia um veículo Meriva Joy Branca que pertencia ao motorista particular Adriano Lopes da Fonseca, de 65 anos, considerado desaparecido por sua família desde o dia 21 de maio. O caso foi registrado DP do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, onde Fonseca foi visto pela última vez. Segundo os PMs, o acusado teria matado o motorista após Fonseca buscá-lo no aeroporto.

Após ser interrogado pelos policiais, Mohamed confessou ter escondido o corpo da vítima em um matagal na região de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Após o crime, segundo a PM, o acusado modificou e transformou o automóvel em um taxi, com placa falsa e vidros escuros.

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do detido. Além de documentos e dinheiro, os agentes apreenderam uma faca que pode ter sido usada no crime.

Leia tudo sobre: igsphomicídioegípciotáxi falso

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas