Dono de pizzaria e sobrinho são mortos em assalto na zona norte de São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo a polícia, após anunciarem assalto, os criminosos atingiram o proprietário do restaurante no peito. O sobrinho tentou defender o tio, mas levou 4 tiros na perna e na barriga

Agência Estado

Um assalto a uma pizzaria na Vila Santa Maria, zona norte de São Paulo, na noite desse domingo (09) terminou com a morte do proprietário do estabelecimento, Reginaldo Vizani, de 51 anos, e seu sobrinho, Felipe Vizani, de 19. Um funcionário foi baleado, mas não corre risco de morte.

Leia também: Delegacias de São Paulo prendem três suspeitos a cada 100 crimes graves

Edison Temoteo/Futura Press
Comerciante e seu sobrinho foram mortos durante assalto em uma pizzaria em São Paulo, na noite deste domingo

De acordo com informações do 13º Distrito Policial (Casa Verde), onde o crime foi registrado, dois assaltantes invadiram a pizzaria Ser Faccio por volta das 23h15, quando já estavam encerradas as atividades. Após anunciarem assalto, eles atingiram Reginaldo no peito enquanto ele pegava a sua carteira. Felipe, que tentou defender o tio, levou quatro tiros na perna e na barriga. O funcionário Antônio também foi atingido na perna. Eles foram socorridos e levados ao pronto-socorro do Hospital Vila Nova Cachoeirinha, mas Reginaldo morreu antes de chegar ao local e Felipe morreu na mesa de cirurgia. Antônio, ferido, está livre de perigo.

Os dois criminosos fugiram roubando cerca de R$ 900,00, segundo depoimento de funcionários da pizzaria no 13º DP. A Polícia Civil irá analisar imagens das câmeras de segurança do próprio estabelecimento para tentar identificar suspeitos. A investigação será conduzida pelo 40º Distrito Policial (Vila Santa Maria).

O caso é mais um na onda de latrocínios (roubos seguidos de morte) na cidade de São Paulo, que cresceram 55,6% em abril deste ano em comparação com o mesmo mês de 2012 (de 9 casos para 14). Nos primeiros quatro meses de 2013, a alta foi de 74,2% considerando período semelhante no ano passado (de 31 para 54). Um dos casos mais marcantes foi a morte do universitário Victor Hugo Deppman na frente de casa, no Belém, zona leste da capital, em abril.

Leia tudo sobre: assaltocrimepizzariazona norte de são pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas