Justiça mantém estudante que atropelou ciclista na avenida Paulista em liberdade

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Tribunal de Justiça confirmou a liminar já obtida pelo estudante que atropelou jovem que perdeu o braço no acidente, substituindo sua prisão preventiva por medidas cautelares

Agência Estado

O estudante Alex Kozloff Siwek, que atropelou o ciclista David Santos Sousa, de 21 anos, na avenida Paulista em março deste ano, permanecerá em liberdade durante as investigações. 

Leia também: Sou uma pessoa melhor e vou me adaptar ao máximo, diz ciclista atropelado em SP

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Alex Siwek, que atropelou o ciclista que perdeu um braço na avenida Paulista

Nesta quarta-feira (05), o Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a liminar já obtida pelo estudante, que substitui a sua prisão preventiva por medidas cautelares. Siwek precisa comparecer em juízo sempre que for convocado, fica proibido de deixar a cidade e está com a carteira de habilitação suspensa

O relator do processo, o desembargador Breno Guimarães, considerou que o estudante não tem antecedentes criminais e que sua liberdade não apresenta riscos à investigação ou à sociedade.

Atropelamento

Na madrugada do dia 10 de março, Siwek atropelou o jovem, que estava a caminho do trabalho. No acidente, Sousa teve o braço arrancado. O estudante fugiu sem prestar socorro à vítima e jogou o braço em um córrego. Horas depois, ele compareceu a uma delegacia para se entregar.

Um exame clínico apontou o existência de vestígios de álcool no sangue do motorista, mas concluiu que ele não estava embriagado na hora do acidente. Siwek chegou a ser preso, mas foi solto no dia 21 de março.

Carolina Garcia / iG
David Santos Sousa durante entrevista, em São Paulo


Leia tudo sobre: ciclistaavenida paulistaciclista perde o braçoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas