Funcionários decidem suspender greve nas linhas da CPTM

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Dois sindicatos que representam operadores das linhas 8, 9, 11 e 12 optaram, em assembleia geral, esperar nova proposta de reajuste do governo do Estado de São Paulo

Agência Brasil

Claudia Tozetto/iG
Funcionários pedem reajuste de 6,77% mais 5% de aumento real para não paralisar serviços nos trens

Funcionários de dois sindicatos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram em assembleia na noite desta terça-feira (4) suspender a greve prevista para começar nesta quarta (5). Os trabalhadores vão esperar pela posição da empresa a respeito de uma contraproposta apresentada na reunião que ocorreu na tarde de hoje no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Após reajuste, funcionários do Metrô desistem de fazer greve em São Paulo

Os sindicatos dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Transporte de Passageiros da Zona Sorocabana e dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona da Central do Brasil pedem reposição da inflação de 6,77% mais reajuste de 5% por produtividade, entre outras reivindicações.

Uma nova audiência no TRT está marcada para a próxima segunda (10). O resultado do encontro será levado para mais uma assembleia conjunta dos sindicatos que representam os trabalhadores que operam as linhas 8, 9, 11 e 12 dos trens metropolitanos.


Leia tudo sobre: grevetremCPTMfuncionáriosreajusteSão Pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas