Prefeito Fernando Haddad afirma que prejuízo com os furtos está estipulado em cerca de R$ 6 milhões

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou nesta terça-feira (4) que 788 quilômetros de fiação foram roubados na cidade de São Paulo nos quatro primeiros meses de 2013. "É preciso confirmar, mas isto significa um prejuízo de R$ 6 milhões", disse o prefeito em coletiva de imprensa durante o New Cities Summit, evento que acontece de 4 a 6 de junho, no auditório do Ibirapuera.

Leia também:
Estudo aponta São Paulo como cidade que mais evoluiu em competitividade mundial
São Paulo vive no 'fio da navalha', diz Haddad em evento internacional na cidade

Prefeito Fernando Haddad participa de solenidade de abertura do seminário New Cities Summit
Renato S. Cerqueira/Futura Press
Prefeito Fernando Haddad participa de solenidade de abertura do seminário New Cities Summit

Os dados são de um estudo que foi foi encaminhado nesta segunda-feira ao prefeito. Os cabos usados na fiação de iluminação pública têm interesse comercial por serem feitos de cobre. De acordo com o prefeito, os furtos interferem na segurança da cidade. "Os furtos comprometem a efetividade da nossa ação em relação à iluminação pública e segurança. Não podemos ficar enxugando o gelo", disse.

Mais: Polícia Militar encontra R$ 104 mil enterrados no interior de SP

Haddad, que recebeu o relatório ontem, afirma que os furtos registrados em boletins de ocorrência aconteceram em todas as áreas da cidade. "Esse tipo de crime não é visto como tão grave do ponto de vista patrimonial, mas ele tem consequências na segurança pública como um todo", disse.

Haddad afirmou também que o aterramento dos cabos não é a solução para o problema. "A maioria dos casos não é de cabos aéreos, é em cabos enterrados", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.