Manifestantes protestam contra alta da tarifa de ônibus em São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Novas tarifas de ônibus, Metrô e trem, que subiram de R$ 3 para R$ 3,20, já estão valendo desde este domingo em São Paulo

Agência Estado

Manifestantes do movimento Passe Livre queimaram nesta segunda-feira (03) uma catraca na frente da Subprefeitura de M´Boi-Mirim, na zona sul de São Paulo, em protesto contra aumento das tarifas de transporte público na cidade de São Paulo.

Leia também: Grupo protesta contra aumento da passagem de ônibus em São Paulo

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Protesto contra o aumento da tarifa de R$ 3,20 para ônibus, Metrô e trens, na manhã desta segunda-feira, na zona sul de São Paulo

Eles saíram do Terminal Guarapiranga, com faixas e tambores, e bloquearam um faixa reversível no sentido centro da Estrada de M'Boi-Mirim. O ato começou às 6h e terminou às 7h20.

Por causa do protesto, o trânsito ficou temporariamente mais lento na região. "A tarifa aumentou, mas não tem qualidade nenhuma. Somos de uma região sofrida e esquecida, que se encontra abandonada pelo governo do Estado e a Prefeitura", diz o eletricista Rosevaldo Caetano Alves, um dos ativistas. A organização do Passe Livre diz que cem pessoas participaram da manifestação.

Reajuste

Já estão valendo desde domingo (02) as novas tarifas de ônibus, metrô e trem em São Paulo, que subiram de R$ 3 para R$ 3,20. Os novos preços começaram a ser cobrados a partir da 0 hora. Também subiu o valor da integração para quem pega ônibus e algum meio de transporte sobre trilhos. O total a ser gasto nessa situação será de R$ 5 - antes, era de R$ 4,65.

Leia tudo sobre: tarifa de ônibusmetrôtrensprotestoigsp1anodemanifestacoes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas