Criminosos teriam trancados todos os seguranças do câmpus da zona leste em uma sala e usado maçaricos para abrir dois caixas eletrônicos que ficam no interior da universidade

Agência Estado

Um grupo com cerca de 10 homens armados invadiu o câmpus da USP Leste no início da madrugada desta quarta-feira (22), fez 30 vigias e guardas universitários reféns e roubou dois caixas eletrônicos localizados no prédio do ciclo básico da Escola de Artes Ciências e Humanidades (EACH). As informações foram passadas pela Polícia Militar e pela assessoria de imprensa da EACH.

Outros casos:
Criminosos explodem caixa eletrônico em universidade baiana
Criminosos roubam caixa eletrônico dentro de universidade em São Paulo

Homens fortemente armados arrombaram caixas eletrônicos após render seguranças no campus da USP na zona leste de São Paulo, nesta quarta-feira
Edison Temoteo/Futura Press
Homens fortemente armados arrombaram caixas eletrônicos após render seguranças no campus da USP na zona leste de São Paulo, nesta quarta-feira

Segundo a PM, os ladrões trancaram os seguranças em uma sala e fugiram depois de concluir o assalto - os próprios funcionários teriam chamado a polícia ao serem soltos. Os bandidos usaram maçaricos para abrir os caixas e ficaram no local por cerca de duas horas. Nenhum aluno estava no câmpus.

A EACH informa que a quadrilha rendeu todos os agentes que estavam trabalhando no turno da noite: primeiro os da base da Guarda Universitária, depois os das três portarias, uma delas na interligação da universidade com a Estação USP Leste da CPTM. Os vigias não andam armados.

Ainda de acordo com o setor de comunicação da EACH, nenhum vigia foi ferido na ação e não foram registrados danos ao patrimônio da universidade. A instituição informa que há câmeras de segurança espalhadas pelo câmpus, mas não no local onde estão os caixas roubados. O caso foi registrado no 24º DP (Ponte Rasa) e as aulas não foram interrompidas por causa do assalto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.