Câmara de São Paulo aprova torpedo para alertar enchente

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Programa para envio de mensagens SMS sobre pontos de alagamentos e temporais chegou a funcionar por meio de um projeto piloto em 2011 no Jardim Helena, na zona leste

Agência Estado

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou no início da noite desta quinta-feira (16) o projeto de lei que obriga a Prefeitura de São Paulo a enviar torpedos por celular para alertar contribuintes sobre enchentes. Hoje essas informações são monitoradas pela CET.

Ação semelhante: Serviço manda por SMS alertas de enchente em São Paulo

Arquivo pessoal
Moradores do Jardim Helena já receberam o serviço durante um tempo

O programa para envio de mensagens SMS sobre pontos de alagamentos e temporais chegou a funcionar por meio de um projeto piloto em 2011 no Jardim Helena, na zona leste - alguns moradores à época foram cadastrados e recebiam os alertas de chuvas.

A proposta do vereador Ricardo Young (PPS) teve apoio de todas as bancadas e deve ser sancionada pelo prefeito Fernando Haddad (PT). O texto prevê que os avisos sejam feitos a pessoas cadastradas no site do governo com antecedência mínima de 24 horas e máxima de 2 horas.

Os vereadores paulistanos também aprovaram, em votação única e simbólica, a concessão de título de cidadão paulistano para o presidente da Fifa, Joseph Blatter. A proposta, do vereador Reis (PT), também não teve obstruções.

O projeto dos vereadores Goulart (PSD) e Trípoli (PV) que autoriza o sepultamento de cães e gatos nos cemitérios municipais passou em primeira votação. Pela proposta, os donos de jazigos vão poder enterrar seus animais domésticos com permissão do governo municipal. A segunda votação deve acontecer antes do final do primeiro semestre - o projeto também deve virar lei sancionada pelo prefeito.

Leia tudo sobre: enchentealagamentosjardim helenasmsigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas