Medida aprovada pelo Tribunal de Justiça do Estado tem por objetivo resolver 'problemas urbanísticos e ambientais' da capital paulista

Agência Estado

O governo do Estado de São Paulo conseguiu autorização na Justiça para reciclar mais de 45 mil veículos apreendidos na capital. Os 45.131 carros que estão depositados em pátios da cidade poderão ser transformados em sucata. O material será vendido para reciclagem.

Leia também: Governo promete limpar pátios de veículos apreendidos em 30 meses

Carros amontoados na manhã desta sexta-feira no pátio de veículos apreendidos localizado na avenida Ragueb Chohfi, em São Paulo
PETER LEONE/FUTURA PRESS
Carros amontoados na manhã desta sexta-feira no pátio de veículos apreendidos localizado na avenida Ragueb Chohfi, em São Paulo

Segundo o governo, a medida, proposta pelo secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira e aprovada pelo Tribunal de Justiça do Estado, tem por objetivo resolver 'problemas urbanísticos e ambientais' da cidade.

De acordo com a decisão, eventuais interessados na restituição do veículo apreendido devem manifestar o interesse em resgatá-lo no máximo em dez dias. No caso de não haver manifestação de interesse, antes de virar sucata, o veículo, caso esteja em condições de uso, poderá ser leiloado.

Já veículos que estiverem mal conservados, com chassi adulterado (impossibilitando a identificação do proprietário) ou irregulares, serão compactados e transformados em sucata. Os valores arrecadados tanto no leilão como na venda de sucata serão depositados em uma conta para eventual ressarcimento aos proprietários.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), participa nesta sexta-feira de reunião com o secretário Grella Vieira e deve fazer um anúncio oficial sobre o funcionamento do programa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.